O triste fim da tradução de Final Fantasy Type-0 para PSP.


Esse acontecimento não deve ser novidade para ninguém. Afinal grande parte dos fãs de Final Fantasy estavam acompanhando o processo de tradução dos fãs do Final Fantasy Type-0, onde é considerado por muitos (incluindo eu), um dos melhores Final Fantasy já feitos.

Caso você esteja perdido e não esteja entendendo nada do que esta acontecendo, aqui vai um breve resumo da novela. Em 2011 a Square Enix lança no Japão o Final Fantasy Type-0, onde inicialmente, a empresa não tinha qualquer intenção de lançar o jogo no ocidente.

Os fãs mais fervorosos, que manjam o idioma da terra do sol nascente, compraram o jogo em japonês para jogar no seu adorado PSP, onde eles viram que o jogo era mais de oito mil vezes melhor que o irritante Final Fantasy XIII, e sua historia incoerente e sem graça. Fazendo assim os fãs espalharem a noticia na internet que o Type-0 era sim um Final Fantasy de verdade e que deveria ser lançado no ocidente.

Com isso começaram a enviar emails e fazer petições para que a Square Enix lançasse o jogo no ocidente, que seria algo muito bem vindo. Porém o que a Square Enix fez? Ignorou completamente o apelo dos fãs, nem rolou um "Please Understand!" para justificar algo. Depois de 2 anos sem nada e serem completamente ignorados, os fãs resolveram eles mesmo lançarem o jogo traduzido para o inglês.


A noticia se espalhou na internet, e o a Square Enix fez? Nada, nem ao menos enviaram um email mandando eles pararem, simplesmente eles não existiam aos olhos da empresa. Porém, nessa altura do campeonato, os fãs não estavam nem ai para empresa. E ao longo de um ano começou uma tradução a nível profissional. Contando com dezenas de tradutores, designers, revisores e programadores.

O que tudo isso gerou? Simplesmente uma das melhores traduções independentes já feitas por fãs. O trabalho tá primoroso, você não percebe que o jogo foi traduzido por fãs, parece que foi feito por uma empresa mesmo, parece um trabalho oficial. Uma verdadeira obra prima. A ultima tradução feita por fãs que eu vi que ficou nesse nível de qualidade foi com o jogo Mother 3 de GBA.

Depois do anuncio do pacote do jogo completo, em menos de 2 dias a Square Enix anuncia o jogo em HD para PS4 e XBOX One. O anuncio foi tão desesperado sobre do jogo para o ocidente, que até o blog oficial do Playstation, disse que o jogo sairia para o PS Vita e PS4, afinal seria o mais logico. Pelo fato do jogo ser de um portátil, o normal de uma versão em HD é sair no PS Vita.


Mas depois de 1 hora, o blog da Playstation anunciou que o jogo não sairia para PS Vita, apenas para PS4 e XBOX One. E adiantando a historia, a poucos dias o grupo que traduziu o jogo disse que foi ameaçado a remover qualquer material em relação a tradução de seu site, o que impede nesse momento de você pegar o pacote de tradução do jogo no site deles.

O que da para aprender com esse tipo de atitude da Square Enix? Não sei por você, mas o minimo que posso falar é: Nunca defenda uma empresa. Não importa se é de games ou de celulares, eles não são seus companheiros, eles assim como qualquer empresa vai fazer de tudo para tirar cada centavo de seu bolso para vender o seu produto.

E é entre essas e outras situações que eu não entendo o que faz uma pessoa se considerar: caixista, sonysta e nintendista. Da para sentir algum orgulho disso? Você só esta constatando que é um consumidor escravo de tal empresa, você só esta fazendo justamente o que a empresa mais gosta, que é ter um cliente fiel que vai sempre comprar o seu produto; mesmo sendo um produto ruim.


Square Enix faz bons jogos? Sim, tem muitos jogos bons. Isso não tem o que discutir. Mas não é ela fazer jogos bons que implica dizer que é uma empresa que respeita seu consumidor. Traduzir um jogo sem ser autorizado, não é algo legalmente aceito na lei, mas toda essa novela aconteceu justamente pelo fato da empresa não dar resposta a seus fãs, que são aqueles que consomem seu produto, onde deveriam ser bem tratados, afinal são eles que fazem ele continuar ai, existindo.

Se o fã fosse mais exigente, certas coisas como isso não aconteceriam. Afinal, para que lançar Final Fantasy Type-0 no ocidente, se eu vou ter uma venda certa de Final Fantasy XIII(1, 2, 3), que mesmo sendo uma droga, vai vender pelo fato do fã sempre comprar os meus jogos? Então não tem problema eu Square Enix, com meus fabulosos poderes de persuasão, acabar com esse grupo de tradutores e lançar um jogo em HD para PS4 e XBOX One, onde no final mesmo o fã que não gostou, vai comprar de todo jeito.

Digo e repito. A melhor forma de se criticar uma empresa que te fornece um entretenimento, é não comprar o seu produto. Tá insatisfeito com a postura da Square Enix, simplesmente não compre o jogo. Não adianta nada o fã xingar a Square Enix no Twitter, dizendo que eles foram babacas (e realmente foram) e no dia do lançamento comprar o jogo mesmo assim. Você só da margem, para que empresas de games continuem a explorar você consumidor cada vez mais.


Mas antes de terminar essa postagem, vale lembrar que uma vez na internet, não se tira da internet. A tradução do Type-0 foi concluída e já circula livremente nos torrents. Inclusive você pode encontrar a ISO do jogo já pacheada em inglês, onde você só precisa baixar e colocar no PSP ou emulador que vai rodar o jogo traduzido numa boa.

No fim uma empresa pode facilmente derrotar um grupo de tradutores de jogos, mas não se pode derrotar a internet. Enquanto isso vamos jogar o Type-0, afinal o jogo é tudo de bom, só não posso falar o mesmo da Square Enix.

Posted in , , , | 4 Comments

Armored Warrior Iris, mais um nukige da MangaGamer.


Soukou Kijo Iris (Armored Warrior Iris no ocidente), sera a nova visual novel que a MangaGamer vai lançar no ocidente. Mostrando que esse mercado de eroge conseguiu um bom nicho no ocidente, mas que não chega a agradar o publico que esta atras de uma boa historia numa visual novel.

Assim como qualquer jogo da Lilith, espere mulheres com roupas de combate, que estão enfrentando alguma ameaça como demônios e alienígenas (nesse caso alienígenas), onde elas não derrotam ninguém e são estupradas por esses seres.

Se você não gosta desse tipo de jogo que seriam os nukiges, onde são basicamente visual novels focadas na putaria e menos na historia, pode deixar de jogar esse jogo e buscar algum outro tipo de visual novel. Não que não exista visual novel nukige interessante, como é no caso de Imouto Paradise, onde a MangaGamer vai lançar aqui no ocidente, mas no momento sem data de lançamento.

Para mais informações sobre o jogo e compra, acesse o link abaixo. Armored Warrior Iris vai ser lançado no dia 18 de julho desse ano.

link: http://www.mangagamer.com/detail.php?goods_type=1&product_code=113

Posted in , | 1 Comment

Muv-Luv Alternative Chronicles Vol.1 foi totalmente traduzido para o inglês.


O fansub Alternative Project, anunciou recentemente (ontem) o patch em inglês completo da primeira parte da visual novel de Muv-Luv Alternative Chronicles. Onde o jogo é dividido em 4 partes.

O jogo é uma Kinect Novel, ou seja você não toma decisões, só acompanha a historia. Isso pode ser visto como algo ruim pra muita gente, mas muitas visual novels que costumam ser Kinect Novels costumam apresentar uma historia excelente e um plot (sem ser os seios) muito bem executado. Um bom exemplo disso é o Saya no Uta, Higurashi e Planatarian.

Para ter mais informações e saber sobre a instalação do patch de instalação recomendo acessar o link abaixo.

link: http://alternativeprojects.wordpress.com

Posted in , | 3 Comments

Shuffle! Really Really tem data de lançamento anunciada. Agora você pode pegar a professora.


Parece que finalmente a MangaGamer cansou de vender nukiges e vai começar a lançar visual novels boas nesse ano de 2014.

A primeira delas vai ser o fandisk de Shuffle! o Really Really. Assim como foi no Shuffle Tick Tack, essa versão vai ser focada na personagem Kaede, aquela personagem que você nunca deu muita bola no primeiro jogo da serie.

Mas diferente de Tick Tack onde o foco chega a ser exclusivamente numa personagem apenas, nesse fandisk chega a ser praticamente um novo jogo, pelo fato de você ter 6 rotas. A rota da Kaede já está garantida, mas você também pode fazer a rota da Asa Shigure que nessa versão está com cabelo longo.









Tem uma nova personagem na historia, a Sakura Yae onde ela é a amiga de infância de Kaede. A rota da Primula já esta garantida e com novas CGs. Porém uma das grandes novidades dessa nova versão é poder fazer as rotas da: Mayume Thyme e Nadeshiko Benibara.

A Mayume é aquela personagem do primeiro jogo, onde ela é metade humana e metade demônio, onde um olho dela é vermelho e o outro azul. Provavelmente como essa personagem era muito popular na serie, decidiram dar a sua merecida rota nesse jogo. No caso da Nadeshiko ela é aquela professora do primeiro jogo onde em nenhum momento rola alguma intimidade entre o protagonista e ela.

Concluindo, essa versão de Shuffle é basicamente um jogo novo colocando novos elementos. Caso queira tirar suas duvidas, a MangaGamer disponibilizou uma versão "demo" para você testar e ver se vale a pena comprar ou não (ou baixar na locadora de torrent). O jogo vai sair em 6 de Junho deste ano, para mais informações siga o link abaixo.

link: http://www.mangagamer.com/detail.php?goods_type=1&product_code=100


Posted in , | 3 Comments

Como anda a situação das Visual Novels na Steam?


Steam é um serviço que está aí a um bom tempo e provavelmente todo tipo de gamer deve saber como ele funciona. Muitos o usam por oferecer melhores preços, tirando a facilidade de comprar e obter o jogo desejado. Afinal até em boleto bancário é possível comprar o jogo que deseja.

Quase todos os jogos que chegam costumam vender o jogo em mídia digital pela Steam. Não é a toa que até jogos exclusivos de console como Agarest lançou seu jogo no PC via Steam, onde ele só lançou em mídia digital poupando os custos da mídia física.

Se até jogos japoneses estão aderindo a Steam então a mesma coisa vai acontecer com visual novels não é? Infelizmente não é isso que está acontecendo.


Visual Novel na Steam você até encontra, mas numa quantidade muito limitada. Você vai encontrar muitas visual novels indies, mas as profissionais você pode contar nos dedos. Até empresas que lançam jogos japoneses indies por padrão colocam os jogos na Steam sem pestanejar. Mas quando se trata de visual novel o movimento é bem tímido.

Se você busca visual novel +18 pode esquecer que na Steam não tem; deve ser regra deles. Você encontra algumas visual novels all ages como Go Go Nippon mas tirando isso o resto é indie. Enquanto tivemos poucas visual novels all ages e essa timidez do mercado continuar, ainda teremos pouco produto de visual novel para consumir.

Um bom exemplo disso é Steins;Gate onde já faz um tempo que lançou e até agora nada de sair na Steam e o pior é que tem tudo para vender. Com isso o consumidor de visual novel continua tendo dificuldade para comprar o produto onde na Steam o mesmo iria pagar menos e adquirir o jogo com mais facilidade.


Enquanto continuar assim o consumidor que deseja comprar visual novel na Steam continuará sendo muito limitado. Visual Novel boa tem, como: Cherry Tree Comedy Club e Go Go Nippon. Mas o maior problema no momento continua sendo a quantidade.

Enfim, para obter a maioria das visual novels lançadas no ocidente você deve recorrer ao site oficial da empresa que traduziu. Infelizmente essa é a situação de quem pretende comprar visual novel ocidental. Poderia ser melhor, mas no momento é isso que temos. O que resta é esperar a boa vontade das empresas responsáveis. Quem sabe no futuro não teremos mais jogos para jogar? Steins;Gate seria uma boa opção. Só que isso não depende da gente.

Posted in , , , | 9 Comments

Exogenesis. Visual novel que pega referencias a Phoenix Wright e Zero Escape.


Graças ao Kickstarter, vários grupos iniciantes conseguiram lançar seus projetos, pelo fato do sistema permitir receber doações de seus apoiadores para assim o grupo conseguir verba suficiente para abrir seu projeto.

O Kickstarter anda sendo muito usado para quem deseja ganhar verba para a construção de um jogo, onde nesse caso anda sendo bem satisfatório. E nesse caso não é diferente. Uma visual novel esta nesse processo de recebimento de verba no Kickstater, o nome da visual novel é Exogenesis e mesmo sendo uma visual novel ocidental, ela apresenta muitos elementos famosos de visual novels como Phoenix Wright e Zero Escape, alem de uma arte muito boa.

No meu blog o meu foco são jogos japoneses, ou seja feitos no Japão. Porém como cada vez mais desenvolvedores de visual novel no ocidente andam aparecendo e seus projetos terem a mesma experiencia de qualquer visual novel, nada mais que justo do que comentar esses jogos nesse blog também. Afinal eles mantem a essência de um bom jogo e jogos bons não são determinados pela sua nacionalidade.


O jogo se passa num futuro pos-apocalíptico. Os personagens do jogo são caçadores de recompensas, onde dentre eles está Yudai o protagonista da historia. Ele está em busca da "Arca de Noé", onde ele acredita que com esse tesouro ele pode ressuscitar sua irmã morta. O jogo além de ter varias escolhas e muitos finais como em qualquer visual novel, ele também vai ter puzzles para serem solucionados e assim avançar na historia.

Para que esse projeto ficar pronto o grupo pede $32,000 onde se tudo der certo eles vão poder concluir o jogo. Pelo que parece o jogo tem tudo pra ser uma boa visual novel. Espero que eles consigam a quantia necessária, visual novel boa sempre é algo bem vindo.

link: https://www.kickstarter.com/projects/2921787/exogenesis-post-apocalyptic-tokyo-adventure-visual

Posted in , | 1 Comment