Nukige são jogos ruins ? Futuros lançamentos da MangaGamer.



Mais um final de semana e nada de muito de diferente para comentar. Na semana passada tivemos mais um lançamento de nukige pela MangaGamer o Conquering Queen que pelo que pude perceber teve um grupo que não gostou deste lançamento mas por outro lado o publico mais fan da empresa, pegou o jogo de braços abertos.

De certa forma a MangaGamer anda se focando muito em visual novel assim nos últimos tempos, não que nukige seja ruim porem o publico ultimamente esta querendo jogos com uma historia envolvente e interessante, ter um nukige de vez em quando é algo bom mas ter quase de 2 a 3 jogos deste conteúdo num curto período de tempo é para desagradar os jogadores que querem jogos mais maduros.



Harem Party como eu havia dito é um nukige que eu aprovo por que é um jogo que pretende passar uma vida cotidiana divertida e engraçada, nukiges de comedia é algo interessante e consegue pegar um grande publico porem os jogos da Liquid é um publico mais nicho "hardcore" que gosta de conteúdo como mulheres escravas, estupros e violência sexual. Tivemos um caso onde teve uma grande polemica sobre jogos violentos o jogo Suck My Dick or Die teve uma grande repercussão por ser um jogo bem violento.

No inicio do jogo nos deparamos logo com uma cena de estupro onde a vitima esta sendo estuprada e violentada e no meio de seu desespero ela morde o pênis do estuprador e o mesmo pega um revolver e atira contra a vitima e isso seguindo de um ambiente negro e pesado. Como eu digo no meu blog não vejo nenhum problema em qualquer pessoa que queira jogar esse jogo pode ate ser legal para você ver outros tipos de jogo porem essa empresa que a MangaGamer fez parceria sempre bate no mesmo tema onde é o estupro e violência algo que não gosto de apreciar mas tem gosto para tudo e gosto não se discute e nem ofende desde que não esteja ofendendo e nem machucando ninguém. A pessoa não pode ser criticada ou julgada por esse gosto.

Porem acho que esses jogos continuarem vim com grande frequência pode passar uma imagem negativa do produto que esta chegando para o nosso mercado de visual novel. Trazer jogos Nukige não é o problema e sim se o mesmo vai ser uma experiencia boa e divertida e agradável para o jogador não é pelo jogo ter muitas cenas de sexo que vai afastar a maioria dos jogadores se o mesmo jogo tiver um desenvolvimento divertido e boas cenas de comedia ate mesmo para aqueles que não gostam desse gênero podem se sentir atraídos a dar uma chance para jogar ele.



Citando exemplos temos um bom jogo de comedia com um bom desenvolvimento do personagem que é Tottemo Pheromone onde fala da historia de uma bruxa que viaja entre as dimensões e ela precisa coletar energias elementais que esta presente nas heroínas do jogo. No inicio ela manda uma magia em você onde as mulheres caem perdidas por você e no inicio do jogo é você adquirindo as energias elementais delas porem sempre com varias perguntas onde podem fazer você conquistar a heroína principal ou as outras e pequenos erros fazem você cometer bad endings imprevisíveis, alem de ter um bom teor de comedia.

A G-Collections sempre foi de pegar esse gênero de visual novel onde consegue agradar um bom grupo de pessoas por serem jogos divertidos na minha opinião. Um dos melhores jogos que eles trouxeram foi Lightning Warrior Raidy que é um RPG. Mas para terminar esse pequeno rage o que esta faltando no lançamento de jogos nukige da MangaGamer é algo mais maleável e mais tranquilo para o jogador em geral, mas infelizmente a empresa esta trazendo jogos muito pesados e isso não é algo muito agradável para quem esta buscando um jogo para se divertir e não quer ver um material que tenha fortes cenas de estupro e violência.



Os futuros lançamentos que foram anunciados que vão vim em breve é o tão comentado DearDrops e o jogo colegial da BaseSun o Harukoi Otome. Esses são dois títulos que da para aguardar e ter uma jogatina agradável. DearDrops como sabemos é da OVERDRIVE onde é mais do mesmo estilo de Kira Kira um jogo musical. E o Hakuroi Otome é um colegial da mesma empresa que fez o Koihime Musou a BaseSun. A MangaGamer pretende continuar com os lançamentos neste final de ano Hakuroi Otome e Harem Party no momento me interessam, não curto muito os jogos da OVERDRIVE porem esse DearDrops parece ser bem mais interessante e maduro que Kira Kira então darei uma chance.

DearDrops como eu citei varias vezes ele é similar a Kira Kira porem ele parece apresentar um tema mais maduro e um protagonista mais interessante eu sinceramente espero um bom jogo historia com temas sérios também agrada jogadores de visual novel. E sobre a Jast Usa esta como sempre sem noticias desde 21 de setembro.

This entry was posted in ,,,. Bookmark the permalink.

7 Responses to Nukige são jogos ruins ? Futuros lançamentos da MangaGamer.

  1. fredi-sj says:

    "Pornea" é o grego clássico para "prostituição". Eros, o Deus do Amor na Mitologia Grega, imortalizado por Sócrates no "Banquete" de Platão.
    Pornografia não é erotismo. A psicologia tradicional entende que existe um comportamento padrão definido como saudável, e a medicina psiquiátrica logo tratou de criar três riscas: sobre o limite, e duas para as margens de erro, é claro. Ao contrário do que alguns podem pensar, não é o princípio de não-violação aos direitos de outrem que condena os estupros, e sim as normas da psicologia comportamental. As primeiras versões do DSM (Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders)viam o homossexualismo como doença - de fato E de direito.
    Mas a psicologia tradicional, sabe-se, não se compara à sua "co-irmã" mais "nobre", a psicanálise. Freud nos fez o favor de explicar que o ser humano possui o potencial para o anômalo. Ao contrário de doenças causadas pela presença de vírus ou bactérias, organismos externos ao ser, o lodo que obscurece a psique jaz dentro do próprio Homem.

  2. fredi-sj says:

    Jogos foram criados para distrair, divertir, e, em alguns casos, educar. Pornografia per se não agrada ninguém, ela está comumente associada a estas nuances da psique, que pode finalmente estar liberta. Ela se debate como um animal enjaulado, preso às rédeas de uma moral quase sempre sustentada por uma ética falsa, que, a rigor, não aguenta muito peso. O medo - este sim uma correia firme - é que impede o ser humano de virar o mundo do avesso (afinal, ninguém quer ir para a cadeia, certo?). E vem os jogos com suas irmãs, incestos genéricos, estereótipos criados pelo Akamatsu Ken no século passado, e "fetiche" em geral. Pensando assim, não se vê Nukige como um problema em si. O que incomoda é que jogadores com gostos mais ortodoxos não tiram o mesmo proveito. Quem me conhece sabe que eu preciso de uma boa história ou fico logo entediado e aborrecido. Mesmo assim, um Hentai chamado Mystery Of The Necronomicon é um dos melhores que já vi (pelo menos até a metade mas não vamos dar spoilers), porque as cenas explícitas são um tempero refinado da envolvente trama, cheia de mistério e ocultismo. Esse é o primeiro ponto: o Nukige quando é SÓ "hardcore" não serve pra um público minimamente exigente.

  3. fredi-sj says:

    O segundo ponto é o que eu disse lá no começo: pornografia não é erotismo. Suponha-se por hipótese uma pessoa jogando sem maiores interesses na história. É difícil pôr em palavras, sobretudo sem ser prolixo, o que realmente é o erotismo. Como os leitores deste blog via de regra conhecem Anime e Manga, vou aproximar uma definição por analogia: erotismo é o que ocorre em Kodomo No Jikan, Angel Sanctuary, dentre outros. O erotismo é sensualidade, mas a pornografia é vulgar. Para obter valor sobre o primeiro, esta recorre às perversões, numa desagradável antítese da síntese artística. Assim sendo, o jogador que procura um conforto erótico, suave, com meninas delicadas e frágeis, muitos ali projetam carinho e afeto, não vai muito longe com estupros e BDSM. Mesmo quem não se ofende com o gênero tende a sair prejudicado, pois não vai divertir-se como esperado. Assim como há quem fantasie com uma onipotência relativa e contextual, para sair pelas ruas matando, torturando, e estuprando, sem maiores consequências, muitas pessoas se aprazem com arte mais refinada, sedução psicológica, aquele "Je Nei Sais Quoi" que faz uma menina comum, por vezes, destronar uma rainha da beleza

  4. fredi-sj says:

    A MangaGamer não faz caridade, é uma empresa. Se está fazendo isso é porque acredita que maximizará seus lucros. Físicos interessados na influência Lagrangiana sobre a mecânica clássica não necessariamente vão rejeitar uma revista pornô. Em contrapartida, tarados de plantão não vão ler a tese de doutorado do Hawkings, mas vão ver pornografia mesmo quando não é sua favorita. Dos males... ao menos está pelada, certo? Tem outra coisa que eu não disse: é bem mais difícil fazer uma história de qualidade do que explorar perversões. Se por acaso provar-se que os jogadores exigentes com enredo estão constituindo maioria, a MangaGamer (e todas as outras) vão resolver isso rapidinho. Gostaria de dizer que é uma tendência natural, uma vez que pessoas crescem e vão ficando mais exigentes. Mas pra isso teria que parar de nascer mais gente.
    É... eu não estava pensando em terminar assim esse comentário, mas é a realidade desse momento. Quem gosta de pão e circo é a bola da vez. Nós temos a nossa fatia do bolo, mas é menor.

  5. jonhmaster says:

    Os jogos de certa forma tras um grande publico para a MangaGamer são jogos curtos e com grande teor de sexo e parece que o publico de fora gosta disso.

    É como se eles estive-sem colocando esses jogos por não estarem tendo tempo de lançarem jogos maiores como EF e Deardrops. Vamos ver nos proximos messes.

  6. Danilo86 says:

    Eu ainda prefiro os jogos que possuem um bom enredo.
    Nukige não é minha praia.
    No aguardo ancioso pelo lançamento oficial de EF.

  7. jonhmaster says:

    Muita gente esta esperando EF inclusive eu.

Leave a Reply