Osamu Tezuka não considero um ídolo nem um deus.



Mais uma blogagem cooperativa foi firmada e desta vez o tema sera sobre Osamu Tezuka onde muitos consideram ele o “deus do manga” pela sua incrível influencia nos quadrinhos japoneses para sua epoca. Achei interessante o tema para essa blogagem coletiva porem não pretendo fazer review de suas obras e sim falar quem é Osamu Tezuka.

Tezuka morava Osaka porem sua família mudou-se quando ele tinha 5 anos para Takarazuka. Influenciado desde a infância com obras da Walt Disney e nesta época ele estava desenhando e fazendo historias em quadrinhos onde os personagens que ele criava era baseado em pessoas que ele conhecia como amigos e professores. Porem na Segunda Guerra Mundial Tezuka, aos seus 11 anos ele estava trabalhando e graças a esse acontecimento negativo em sua vida ele formou sua visão de mundo.

Nas obras de Tezuka podemos reparar que ele se foca bastante na luta pela paz e pelo apreço a vida. Quem na sua infância assistiu pelo menos uma de suas obras Kimba - O Leão Branco - pode reparar nesses acontecimentos onde o personagem luta pela paz entre uma raça e outra. Pode ser um desenho bobo porem tem uma forte filosofia que Tezuka consegui trabalhar bem em suas obras.

Tezuka começou sua carreira aos dezessete anos em 1945 um dos seus grandes sucessos foi o Astro Boy e Kimba porem ele fez mais outros mangas e animes ao longo de sua carreira. O grande “boom” no mercado de animes ocorreu quando ele abriu o seu primeiro estúdio de animação se moldando ao estilo de desenho da Walt Disney que surgiu em 1961 o Tezuka Osamu Production que depois mudou de nome para Mushi Production.



Em minha opinião sobre suas obras eu sinceramente não gosto. As suas historias não me agradam, nunca gostei de Kimba e Astro Boy. Mais cedo ou mais tarde esse estilo de traço criado por Tezuka iria aparecer so que o mesmo era um quadrinista a frente de seu tempo e consegui revolucionar a industria de quadrinhos no Japão de maneira rápida e eficiente alem de criar um traço padrão para as futuras gerações de quadrinistas.

Osamu Tezuka é como qualquer quadrinista, assim como Maurício de Souza que deu grande força a quadrinistas brasileiros a entrarem nesta areá de quadrinhos, Tezuka foi aquele que deu o empenho a evolução do quadrinho japonês porem no caso dele divinizaram ele como é um caso normal em qualquer pessoa que tenha grande fama hoje em dia morrer. Ele foi uma pessoa a frente de seu tempo ele criou um estilo que foi seguido por vários mas se não foste ele outros criariam um estilo similar ao dele afinal não é desde aquela época que o quadrinho japonês apresentava um publico e estava em constante evolução.

Reconheço o grande papel do Osamu Tezuka para a evolução dos quadrinhos japoneses, afinal mas cedo ou mais tarde iria surgir esse "boom" graças a evolução da tecnologia. Tenho ídolos que admiro como Bill Gates e Steve Jobs, escritores de livros como Eduardo Spohr e Paulo Coelho, alem na área de animação gostar bastante dos trabalhos da Shonen Jump e gostar bastante das obras de Gen Oborochi que criou a historia da visual novel de Saya no Uta, escreveu o anime de Madoka Magica e seu recente projeto Fate/Zero.



Não gosto das obras de Osamu Tezuka, não me interessa muito se ele revolucionou o mercado de animes ou não, o que me interessa é se suas historias vão me agradar, que no caso não aconteceu então procuro outra historia que me agrade. Não que necessariamente Osamu Tezuka faça historias ruins o problema em questão é o estilo dele não me agradar.

Horas se um homem como ele não cria-se historias que conseguissem um bom publico a Disney não teria descaradamente plagiado "Kimba o leão branco" e feito um Rei Leão como longa metragem.
O único manga de Osamu Tezuka que realmente me agradou foi o Black Jack pelo fato de lembrar um pouco de uma serie americana que gosto bastante o Dr.House. Nesta historia ele fala de um medico sem licença que para realizar uma cirurgia que lhe é pedido o mesmo cobra um valor exorbitante para executa-la. Porem ele tem uma boa reputação por conseguir fazer operações que eram vista como impossíveis de se realizar.



Concluindo Osamu Tezuka querendo ou não revolucionou o mercado de mangas com seu estilo de traço e filosofia, graças a ele temos esse nível de arte e esse grande investimento neste tipo de entretenimento. Foi uma evolução que o mercado de quadrinhos estava precisando para brilhar, novos gênios vão surgir agora no momento o que podemos fazer é acompanhar as series que temos disponíveis e formar nossa opinião a respeito do estilo de animação que gostamos deste popular divertimento chamado anime.

Blogs Participantes:

- Gyabbo! - Apollo’s Song
- Mangas Undergrouds - Ode to Kirihito
- Elfen Lied Brasil - Barbara
- Subete Animes (Qwerty)
- Subete Animes (Panina Manina) - Astro Boy
- Anikenkai - Phoenix 2772
- Planeta do Moe - A Princesa e o cavaleiro e o Teatro de Takarazuka
- Mais de oito mil - Don Dracula
- Blog do Graveheart - Buddha
- Mangas Cult - Tetsu no Senritsu
- Folha Nerd - Parceria Tezuka x Maurício de Sousa
- ManGONZO - Hi no Tori
- Maximum Cosmo - Kimba
- Video Quest - Adolf
- Mundo do Coringa - Biografia
- Special Days - Black Jack
- Virtual Meinsanity - MW
- Radix - Dororo
- Netoin! - Fushigi na Merumo
- Moon Stitch - Angel's Hill
- JBOX - Mangrafia
- OtakuYousai - Ma-chan no Nikkichou
- Troca Equivalente - Influência da Grande Guerra nas obras de Tezuka
- Chuva de Nanquim - Pluto
- Otame - A Princesa e o Cavaleiro
- Otakismo - Faust e a influência do pop americano na obra de Tezuka
- Across The Starlight - Metrópolis
- Animangá TNT - The Amazing 3

FanArts:

- Puff no Pi.Ri.Paf

This entry was posted in ,,,,. Bookmark the permalink.

8 Responses to Osamu Tezuka não considero um ídolo nem um deus.

  1. Kauê says:

    Concordo com a sobriedade do texto, sua crítica ao endeusamento do Tezuka é a mesma que faço à santificação do Steve Jobs.

    Acho bacana, no entanto, dar tons apoteóticos para conseguir atenção para os pilares desse ramo do entretenimento e mostrar pra mulecada, com sua memória histórica de 6 meses, os fundamentos do hobby deles.

    Conheço pouca coisa do Tezuka, em certos materiais meu interesse é apenas como 'estudioso' de cultura japonesa, interessado pela história, linguagem etc, além do entretenimento em si proporcionado. É como assistir certos filmes, a linguagem já é ultrapassada, não dá pra ver só pelo prazer do momento, só é possível se existir algum envolvimento maior com o que a obra representa numa linha do tempo.

  2. O endeusamento é sempre um problema. E realmente, Tesuka tem grande influência em tudo que temos hoje. Mas isso não quer dizer que eu goste de tudo que ele tenha produzido, pelo contrário. Mas asim, respeito bastante sua figura, como pioneiro da mídia dos quadrinhos modernos que hoje é sucesso mundial.

  3. LiosX says:

    AAAAffssss... nada ver ver,desde quando ele é um deus ou ídolo, Para mim ele foi uma grande influência dos animes e mangá de hoje em dia, porem ele só é um humano que esteve em vários problemas da sua vida e que soube aproveitar as oportunidades que a vida oferecia, e a suas obras e filosofia sempre foram um avanço na época, O Mauricio de Sousa que disse "Se ele estivesse vivo com certeza ele ficaria muito decepcionado com anime e mangá de hoje em dia com alto índice de violência e apelação(Echhi)" Para quem foi discípulo dele como Mauricio de Sousa sabiam muito bem da filosofia dele e a mensagem que o seu desenho passava sobre apego a paz, Porem ele para mim não é um Deus e nem ídolo e sim um grande escritor e desenhista apesar de ruim para os avanço de hoje em dia.

  4. jonhmaster says:

    Nunca fui fan de Tezuka porem é inegável sua grande influencia no mercado de mangas. Porem eu gostar de suas obras ai o negocio é diferente.

    O estilo de historia dele não me chama atenção então nesse caso não seria de eu respeita-lo ou não e sim de não gostar de suas obras.

  5. Anônimo says:

    Biografando a vida de Tezuka propôs a ver Tezuka como ele um dia foi,um home de carne e osso,o que dificilmente teria conseguindo se grafasse enfaticamente na avaliação artística sobre suas obras pioneiras/
    revolucionárias como um "HATER".
    Tezuka ficou numa situação de um ser criativo,mas com suas "fases" e estilos voltados em certos públicos,diferentemente de uma certa alusão a um tipo de Tio Patinhas "nadando seus mangás"(moedas de ouro) da sua foto graciosa.
    "Discernimento com os próprios ídolos!"

  6. Anônimo says:

    "Se ele estivesse vivo com certeza ele ficaria muito decepcionado com anime e mangá de hoje em dia com alto índice de violência e apelação(Echhi)" -- Eu não li black jack, não li kimba, não li astroboy, conheci Tezuka atravez de Adolf, Buddha, Ode to Kirihito e agora terminando de ler MW e até agora não tenho visto muitos contrastres entre esses trabalhos dele e os trabalhos do mangakas atuais, em todos estes que eu li tem cenas de nudês (do erotico até o estrupo mesmo) e violencia (de intolerancia a outros povos até tortura e perseguição), ainda assim ele se tornou meu autor favorito, admiro demais a forma como ele se flexibiliza em variados temas e utiliza cenarios e personagens bastante vivos e reais.

  7. Cara, por mais que você esteja certo ao criticar o endeusamento ou exagero ao idolatrarem o mestre Tezuka, está fazendo pouco caso do trabalho que esse grande autor teve no Japão, pois ele abraçou o estilo americano, adicionou idéias das mais variadas a suas obras, se inspirando nessas obras estrangeiras, sendo mente aberta ao admitir ser fã da Disney na época e com simplicidade a até maestria, soube fazer o povo japonês enxergar onde não conseguiam antes.

    O enredo de suas estórias não são brilhantes hoje, porque o natural é que o nível de desenvolvimento de plot aumente mais e mais com o passar do tempo, o que elogiamos hoje em dia, será duramente criticado futuramente, por uma outra pessoa como você, que não soube respeitar um autor, com suas obras, que foram importantes na sua devida época.

    Ps:Você diz gostar de obras de Paulo Coelho(que pra mim só se salvam duas:Verônica Decide Morrer e Manual Pratico de Vampirismo), o qual em muitas obras, não soube escrever bem o nosso idioma e quando o fez, as estórias eram ridiculamente pobres.E pelamor, tu gosta de animações da Shonen Jump, que algumas podem até ser boas, muito boas, mas que a grande maioria não tem nenhum valor cultural ou filosófico, simplesmente não tem nada que nos enriqueça, sinceramente, não gostar das obras do mestre Tezuka é um favor que você faz a ele.

  8. Anônimo says:

    O Cara lê Paulo Coelho e ainda se acha o tal kkkkk
    Grande critico de arte deve ser heuheuheuehueh
    provavelmente o maluco deve achar que o Alquimista é a maior obra prima de todos os tempos também kkkkkkk
    Pra mim essa sua critica parece mais coisa de um ignorante mais desse mundo kkkk

Leave a Reply