Empresa Score e a sua parceria com a MangaGamer



Não é a primeira vez que a MangaGamer lança um jogo da empresa Score para o mercado ocidental.

O primeiro jogo da Score lançado para o ocidente foi o SuccubuSoon! (さっきゅば☆SOON). Onde devido a problema religiosos o jogo foi chamado de Shera, My Witch e em vez dos personagens serem chamados de demônios eles trocaram essa palavra por bruxa(o) para amenizar.

O jogo é basicamente o velho estilo harem onde o protagonista teve sua alma vendida pelo pai que em troca da venda da alma de seu filho ele consegue ter uma vida de luxuria e prazer com as mulheres. Vem uma garota demônio para pegar a alma do protagonista ai a garota aparece e o protagonista fala "Hi" e a garota demônio fica vermelha e fala "I Love You". E depois dai começa o harem.

No caso de Cosutte Alien -Yuuwaku no Cosplay H- (コスってエイリアン -誘惑のコスプレH-) chamado aqui de Cosplay Alien fala sobre alienígenas e tem o velho estilo do jogo Shera, My Witch so que com uma alien e uma amiga muito próxima do protagonista no colégio.




Outro titulo lançado pela MangaGamer da Score foi o jogo Goshujin-sama Daisuki (ご主人様だーいすき) chamado aqui no ocidente de We Love Master!. O jogo é sobre um protagonista rico que tem empregadas que fazem todas suas vontades. E dentre essas empregadas ele deve decidir qual delas ira se casar ou também se vai se casar com todas.

É no mesmo estilo de eroge e harem do jogo anterior so que com empregadas e as cenas de sexo são similares com brinquedinhos eróticos e um yuri provocado pela vontade do protagonista.

Agora o novo jogo que a MangaGamer vai lançar no dia 13 de Abril de 2012 vai ser da mesma empresa o Magical Teacher Sensei wa Majo? (まじかるティーチャー 先生は魔女?) que vai se chamar aqui de Magical Teacher. Citando os jogos anteriores lançados por essa empresa aqui no ocidente você pode perceber que não tem variação entre seus títulos anteriores.

É sempre o clássico harem colegial onde o foco é as cenas de sexo que acontecem quase que toda hora no jogo. Não espere uma historia fantástica que te prenda. Na minha opinião acho os jogos da Score fracos tanto em roteiro quanto em traço, admito que Shera, My Witch foi divertido pela comedia que o jogo propõe alem de ser bastante curto podendo ser terminado em 2 a 5 horas de jogo.




Mas enfim os jogos que vieram depois deste titulo pela Score se mantiveram no mesmo nível dos anteriores e não me deram vontade de jogar nem para passar o tempo mesmo sendo jogos bastante curtos de se terminar e podendo ser terminados num final de tarde.

Dando minha dica para você leitor que curte um titulo nukige e que seja rápido você pode jogar o primeiro titulo da Score que chegou no ocidente o Shera, My Witch pode divertir você por apresentar um desenrolar engraçado e divertido, alem de curto não fazendo você gastar muito tempo na visual novel dando tempo para você jogar outros jogos. Cosplay Alien tem o tema batido mas ainda da para engolir. Mas We Love Master! só se você ja tem uma afinidade com a empresa pelo fato do jogo ter um desenvolvimento muito batido alem de um traço muito fraco em relação aos jogos anteriores lançados por aqui.

Não sei se a Score pretende fazer novos jogos no futuro o ultimo titulo da empresa foi Crayon Tulip ~Chidori to Koruri no Yuuwaku Jugyou~ (くれよんちゅーりっぷ ~ちどりとこるりの誘惑授業~) que teve uma boa melhora tanto no traço quanto no desenrolar do cotidiano do protagonista. Em vez de ser um estudante o protagonista é um professor que da aula a estudantes do primário. Porem num certo dia aparecem na sua escola garotinhas que vieram do inferno para estudar na escola que ele trabalha. O jogo tem um efeito harem bem fraco em relação aos outros jogos alem de ter mais enfoque nas rotas individuais das garotas loli succubus.




Mas para finalizar a empresa Score de fato não tem muitos jogos bons em relação aos seus ultimos dois lançamentos. Mas um titulo da Score que a MangaGamer deveria pegar e que seria mais bem aceito seria o Zettai Maou ~Boku no Mune-kyun Gakuen Saga~ (絶対★魔王 ~ボクの胸キュン学園サーガ~) onde ele foge de tudo que a empresa Score ja lançou.

O jogo é um RPG onde lembra um pouco Koihime Musou so que os personagens do jogo são demônios e o protagonista da serie é um meio-demônio. Trazer um jogo desses com elementos de RPG seria algo de muito bom agrado para os jogadores de visual novel. Mas infelizmente temos que nos contentar com o que esta sendo lançado, mas quem sabe um dia a MangaGamer traga Zettai Maou para o ocidente para assim termos uma melhor visão da empresa Score onde acredito que seus jogos são muito batidos, mas se continuar a trazer jogos com o nível de seus dois últimos projetos a empresa pode se tornar uma empresa mais atrativa de eroges.




This entry was posted in ,,. Bookmark the permalink.

Leave a Reply