Polemica: Conception : Please Give Birth to My Child. O jogo que você engravida as heroinas



Acompanhando blog e sites de games, me deparo com uma matéria de um jornalista de games da Gamespot onde no final de seu vloger ele fala sobre esse jogo.

Para quem não sabem Conception é um jogo lançado em 26 de Abril no Japão onde o protagonista da historia engravida as garotas de um mundo paralelo, fazendo assim elas darem a luz a seres que você pode usar nos combates.

A maneira de engravidar a personagem é algo de certa forma bobo, praticamente é fazer a personagem se apaixonar por você, depois rola o beijo, em seguida a garota fica gravida mas sua barriga não aumenta de tamanho e simplesmente o filhote sai com uma magia brotando da barriga da personagem ja pronto para lutar.

Ou seja, a maneira que é tratada o sexo é muito leve, de maneira bem infantil que não deixaria nenhuma criança paranoica. É um RPG que tenta ser diferente, se você quer ganhar mais poder e facilitar as batalhas você vai ter que ser bom e carinhoso com as mulheres e com isso você ganha brindes, basicamente isso.

No fim da matéria como mencionei ele fala sobre o jogo, e como era de se esperar falou em forma de gozação com o título por debater esse tema. Depois disso um grupo de usuários e ate blogueiros (gringos) reclamaram da maneira que ele falou do jogo, outros foram mais alem, dizendo que jogos FPS é uma porcaria e que a essência da Visual Novel é ter boas historias e bla bla bla.



É normal a revolta de pessoas que gostam desse tipo de jogo, apesar que eu não perderia meu tempo discutindo. Mas passando minha opinião em relação a isso, podemos dizer que esse comportamento é normal do gamer. Um comportamento muito comum quando se trata em estilos de jogo, como o cara que gosta de RPG Single Player ridicularizar o MMORPG e o cara que gosta de ação que ridiculariza quem joga jogos de estrategia e simulação. Assim como nos filmes o cara tira onda de Crepusculo por não ser seu estilo. Nada muito diferente dos otakus que gostam de shonen e falam mal do ecchi e otaku que gosta do ecchi que fala mal do shonen.

No fim so foi mais um cara que faz parte de um gosto como o de games que tira onda com um estilo de jogo que ele não gosta. E no final ele consegui a atenção que precisava, os jogadores desse gênero deram a visualização que ele precisava.

Dando minha opinião sobre tudo isso, vou ser direto ao ponto. Não da para comparar uma Visual Novel com um Battlefield 3. Primeiro por que cada um desses jogos é um estilo e jogabilidade diferentes. Uma Visual Novel se foca em relacionamentos e interação com personagens inseridos naquele mundo que pode ser realista ou fictício. Um jogo FPS como Battlefield 3 ele se foca em te dar um realismo de guerra, onde você não consegue ser o exercito de um homem so e tem que bolar estrategias para passar de cada fase.

Porem acho Battlefield 3 melhor no multiplayer do que na sua campanha. Porem como eu prefiro jogos de FPS com campanha e que foge do realismo, eu gosto de Sniper Elite V2 e Syndicate pela diversão. Enfim são jogos diferentes com mecânicas diferentes não da para comparar e dizer que um estilo é melhor que o outro, afinal são estilos de jogos diferentes. Da para comparar um jogo com o outro se eles forem de mesmo estilo.



No fim nem mesmo o jornalista de jogos da gamespot pode falar muita coisa do jogo. Afinal no momento ele so tem uma versão japonesa e não uma americana. Não vejo muito sentido nessa guerra contra jogos japoneses, virou moda ja. Mas como tirar onda com jogos japoneses faz a alegria de uns e a raiva de poucos é normal um site querer popularidade mesmo que ela seja negativa. É a velha tática para a popularidade na internet "Falem mal, mas falem de min".

Finalizando não vejo necessidade para começar uma guerra entre pessoas que gostam de jogos ocidentais contra quem gosta de jogos orientais e vice-versa. Todo mundo tem um gosto e estilo de jogo, que por mais que possa parecer ridículo para você a pessoa merece respeito, da mesma forma que você gostaria que respeitassem o seu jogo. No final é muito fácil tirar onda com uma minoria ou com um estilo estranho e diferente. O difícil é fazer uma analise sem se levar pelos preconceitos a determinado jogo, portais de games que vejo fazer isso merecem meus parabéns e estarem adicionados no meu RSS Feed.

This entry was posted in ,,,. Bookmark the permalink.

8 Responses to Polemica: Conception : Please Give Birth to My Child. O jogo que você engravida as heroinas

  1. JulioAxcel says:

    Nossa, adorei o post, infelizmente eu não tenho muita coisa pra comentar :c
    Julgar algo com um simples olhar superficial é foda.

  2. RubioPaloosa says:

    Sendo um apreciador das mídias narrativas e que tento em um nível humano ver um pouco de tudo (claro que dando preferencia a algumas coisas) vejo que não ir, ou até pior, falar mal de um "território" que não está acostumado, é apenas prejudicial a pessoa.
    Gostar de FPS e ir jogar um RPG e bom para vários motivos, além de um que é poder achar algo fora do seu normal quer você goste, as vezes vai fazer as partes que você gostar dos seus favoritos brilharem mais, olhar de uma nova perspectiva.
    Sobre Conception, era meio obvio que teria uma repercussão, sexo em games (mesmo nesse caso não havendo) ainda não foi bem visto, e vai demorar um tempo até ser.

  3. G Chagas says:

    Se isso acontecesse no GTA V ninguem iria falar nada mas ja que é japonês, por que não zoar da cara deles não é? Mas tenho que admitir que o personagem dessa vn mencionada é meio irresponsável mesmo kkkk.

  4. Oldman. says:

    Coloquei esse jogo ontem no meu psp, achei bem legal o sistema de batalha, porém não o achei difícil. Apesar de que pra conseguir as crianças com o jogo em JPN é bem complicado, o jogo é bem legal ao meu ver.

    Esse jogo precisa de uma tradução, a historia dele não é uma das fortes, mas eu curti bastante o gameplay.

  5. gangrelion says:

    Parece que esse jogo é bem mais inocente que isso: Não tem beijo, sexo, ninguem fica gravida e, derrepente, um bebe magico sai de dentro de um boneco russo...só isso, bem...alem do fato de ser extremamente sugestivo...
    Tem uma review do jogo aqui:
    http://emoutrocastelo.com/2012/05/06/j-view-conception-ore-no-kodomo-wo-undekure/

  6. Tsu says:

    Faria um segundo game só de sacanagem.

  7. Mike says:

    Achei o game interessante.
    Não dá para comparar games de categorias diferentes, nem jogos de luta 2d com 3d não da certo.
    O único jeito de comparar seria ex. COD e Battlefield, NFS e MNC, Persona e Blazblue; quando os games tem alguma semelhança ai sim da para compara-las e debater sobre.

  8. Eu tambem achei o jogo interessante, mas realmente pode parecer meio estranho para quem não estiver com vontade de conferir o jogo à fundo. Tipo você falar para alguem "esse jogo é sobre engravidar garotas para ter filhos lutadores", logo de cara vai passar uma impressão desagradável para uma pessoa hater ou não tolerante XD

Leave a Reply