MangaGamer perseguindo fansubs. Medida rude ou necessária?


Muitos de vocês estavam sabendo sobre a tradução em inglês do Da Capo III onde o fansub responsável tinha até compartilhado uma pequena parte do jogo traduzido.

A tradução estava indo bem e muita gente estava aguardando ansiosamente o fim da tradução do jogo. Mas infelizmente eles tiveram que parar a tradução devido a violação de direitos autorais da Circus onde a MangaGamer tem os direitos da marca aqui no ocidente.

Eles enviaram um e-mail para os responsáveis da tradução do jogo para eles pararem com a tradução do jogo se não iriam processar eles. Fazendo assim a tradução do jogo Da Capo III morrer. Muitas pessoas na internet ficaram indignadas com a postura da MangaGamer pelo fato de terem acabado com o fansub.

Realmente a empresa MangaGamer tem os direitos da Circus aqui no ocidente e a empresa já lançou os jogos de Da Capo aqui no ocidente, tanto o primeiro jogo quanto o segundo alem de alguns fandisks. De certa forma a empresa nunca deixou de trazer os jogos da Circus para o ocidente, sempre tivemos jogos de Da Capo no ocidente graças a MangaGamer.


Se olharmos desse ponto é até aceitável a empresa tomar uma decisão dessas de processar um fansub por violar os direitos autorais. Vamos olhar por um outro ponto de vista. Imagine que a empresa faz vista grossa para esse tipo de situação, ela vai ser mal vista pela empresa Circus onde tem planos comerciais. Quem não se lembra do caso de Koihime Musou.

A Baseson na época só liberou as vozes das personagens depois que o jogo vendeu uma quantidade x. Tivemos tambem o caso da minori que não vendeu bem no ocidente e colocou a culpa na pirataria. Até mesmo a Navel onde temos o Shuffle! já reclamou do ocidente devido a pirataria de seus jogos.

Tem dinheiro envolvido aí, e a imagem que o oriente tem do ocidente já é algo que dificulta o surgimento de novas visual novels por aqui. Pode parecer algo rude da Manga Gamer porem ela quer garantir seu futuro principalmente agora que ela esta conseguindo boas parcerias.

Casos assim não aconteceram apenas com a MangaGamer. A Jast Usa que é detentora dos direitos da NItro+ já tomou medidas contra fansubs que fizeram a tradução de seus jogos, como foi no caso de Saya no Uta.

Porem nesse caso não teve muito impacto pelo fato da tradução já ter sido completada e por muitos já terem compartilhado o jogo em inglês na internet. A grande diferença da Jast Usa para a MangaGamer é que a Jast tem pouco comprometimento nas suas traduções. Elas anunciam a tradução de um jogo especifico, mas o dia que vai ser traduzido costuma demorar mais de 1 ano alem deles não informarem de como esta indo o projeto de tradução.


No entanto a MangaGamer em seu blog, esta sempre informando sobre as novidades de seus jogos e sobre suas traduções. No blog deles que é atualizado por um ex-fansuber, o mesmo fala como esta indo o trabalho na empresa e como esta indo as traduções, alem deles escutarem os comentários e opiniões das pessoas que comentam em seu blog. E graças a essa socialização a empresa chegou a esse patamar que vemos hoje.

Eu sei que muitos aguardam Da Capo III traduzido. Mas como a Manga Gamer sempre deu uma boa atenção a esse título provavelmente vamos ter esse jogo no ocidente e o melhor a versão R do jogo.

Esse é um assunto bem polemico sobre fansubs e empresas de visual novel. Como eu costumo dizer eu não sou a favor de tradução feita por fansub onde a visual novel é licenciada no ocidente. Isso prejudica a empresa e pode impossibilitar de termos novos jogos no futuro. Traduzir jogos que ainda não foram licenciados no ocidente é uma boa forma de chamar atenção das empresas e mostrar o quanto estamos interessados em seu produto.

Enfim qual a sua opinião sobre a atitude da Manga Gamer? Você acha justo essa atitude ou é contra a posição da Manga Gamer nesse caso? Vamos alimentar o debate.

This entry was posted in ,,. Bookmark the permalink.

12 Responses to MangaGamer perseguindo fansubs. Medida rude ou necessária?

  1. gangrelion says:

    Se a MangaGamer tem planos de localizar Da Capo III eu apoio eles completamente. Caso contrario eu preferiria que eles fingissem que não viram essa tradução e deixassem os fans em paz. É que nem o caso da Nintendo Vs fans de Earthbound. (Reconstituição): - Se lançarem nos EUA nós paramos a tradução imediatamente...Alô? Alguem ai? ...Vou aceitar isso como um "vai em frente" então!
    E foi assim que Mother 3 para GBA foi traduzido! Acho que qualquer empresa deveriam fazer o mesmo...Estou olhando para vc BandaiNamco com seus "Tales of"!

  2. LiosX says:

    Bem eu sou contra as Fansub Americana e Inglêses traduzirem os games Visual Novel sabendo que tem 2 empresas legalizada para traduzirem e vender o game na legalidade e eu chamo isso de cara de pau e bandos de folgados que não sabem dar o valor que eles tem ¬¬... se fosse Brasil ou qualquer outro país que não existe menor condição de trazer esses games Visual Novel Jap para legalidade, eu até compreenderia porque a nossa realidade é totalmente diferente da deles que não dão valor para as empresas legalizadas que eles tem.

  3. Sascha says:

    Não sei se funcionaria com VNs mas poderiam fazer a mesma coisa que fizeram com o RPG (de verdade) Tenra Bansho Zero, o fã fez a tradução e iniciou um financiamento coletivo ajudando para trazer o jogo em versões impressas e legalizadas.

  4. Anônimo says:

    Bem, acho que depende das intenções das empresas, se eles intervem porque pretendem trazer pro ocidente, então estou de acordo! Mas se não for o caso, então acho que deveriam deixar os fansubs traduzirem! Tipo... Se eles nem pretedem lançar pro ocidente, então porque eles param a tradução se o jogo não vai vir? Mas se eles querem trazer pro ocidente, então a historia é outra!

    Ainda lembro que a Key já interviu com fansub de little busters (apesar de ter sido em vão, pois continuaram mesmo assim)só porque não queria que o jogo chegasse fora do japão... E acho que se é para intervir que pelos menos tenham intenção de trazer para o ocidente!

  5. Gaiasking says:

    Desde o caso Rapelay, as empresas de VN têm tido muita precaução em deixar seus jogos saírem do Japão. Eroges, convenhamos admitir, são bastante polêmicos no Ocidente, caso venham a se tornar conhecidos. Empresas são muito sensíveis com suas imagens, portanto, elas tentam de tudo para manter seu mercado restrito a um único nicho.
    Sinceramente, eu chamo isso de pensar pequeno. É um costume do Japão ter muito receio de desbravar ambientes, e isso resulta em perdas financeiras. Se você ficar acomodado em uma realidade, nunca prosperará ou crescerá. Há um limite de quão grande e o que você pode fazer se ficar restrito apenas ao Japão. Imaginem se a série Final Fantasy, com seus personagens de visual Key e mulheres com bustos "bem desenvolvidos", ficassem restritos ao mercado nipônico? Eu, pelo menos, iria ter uma infância sem tanto brilho, e com certeza a Square Enix seria uma empresa minúscula, sem a importância no mundo dos games como tem hoje.

    Concordo com muitas pessoas. Se for para trazer o game para o Ocidente, então é de direito realmente que se proíba a tradução em fansubbers. Agora, se não é intenção trazer o jogo, deixe a coisa rolar. Se a comunidade internacional de animes fosse esperar as empresas lançarem seus produtos em DVD, Blu-ray, etc legendados, nunca os animes teriam se expandido com tanta velocidade no mundo e deixado o Japão em tamanha evidência. Creio que é hora das empresas nipônicas de VN mudarem de atitude. Tentem ao menos desbravar novos mercados. No Brasil é fútil dizer que não há jeito, mas o mercado europeu e dos EUA é um bom novo nicho para desbravar. Deixem que seus produtos se tornem conhecidos mundo afora e depois explorem isso. Aproveitem que existem fansubbers traduzindo de graça e usem isso como marketing inicial. Com toda a certeza, com o tempo e séries de boa qualidade, os VNs ganharão fatias maiores de mercado. Espelhem-se nas empresas de games japonesas da década de 80 e conquistem novos mercados! Como fã de visual novels, é meu sonho que isso aconteça

  6. Sakazaki Aketsu says:

    Eu até comentei lá no site do fansub tbm. Se uma empresa legalizada vai fazer a tradução de uma VN eu não vejo o motivo pelo qual um fansub iria traduzir se a mesma não chega perto da qualidade de uma tradução da empresa portadora dos direitos da mídia. O_o

  7. Anônimo says:

    Sério? Vcs querem pagar por algo q vai prejudicar vcs msm e até a própria MangaGamer no processo? É burrice de mais. De vcs e da própria MangaGamer. Como se o trabalho intelectual de um fã fosse propriedade privada pra vc licenciar. Imagine o seguinte cenário: Aaeru terminaria a tradução dela de DaCapo 3, isso logo após o anime ter saido do ar, logo mais e mais curiosos descobririam q o anime veio de uma visual novel e se interessariam não só por DaCapo, mas várias outras VN em geral. Resultado do C&D (processo, whatever): fãs vão ter q esperar uns 2 anos pra TALVEZ ter DC3, até lá quem viu o anime ja esqueceu faz tempo, isso sem mencionar q a própria MangaGamer poderia pegar o script do Fansub, editar um pouco e publicar como dela ou em conjunto (bem mais cedo diga-se de passagem. Qual o fã q n quer q mais fãs apreciem seu hobby e seu trabalho?

  8. Anônimo says:

    Cara, se fãs se interessarem por VNs que conseguiram de graça, você realmente acha que eles pagariam por outras VNs, sendo que existem toneladas delas gratuitas na net? Nada disso, talvez a Circus se torne mais conhecida, mas apenas isso! Deixar um fansub traduzir implica fazer milhares de pessoas terem acesso gratuito a um produto que já está licenciado para uma empresa traduzir e trazer ao Ocidente. Se esse produto já for traduzido e liberado gratuitamente na net, ninguém comprará, vide Ef - A fairy tale of the two da Mangagamer. Mesmo que a fansub fique traduzindo, NUNCA elas conseguiriam traduzir todo o jogo com menos de 2 anos de trabalho. Fate/Hollow Ataraxia deve ter uns 5 anos sendo traduzido, apenas esse ano talvez haja conclusão do translate.
    É o que estamos dizendo, se for para trazer para o Ocidente via MangaGamer, beleza parar a tradução da fansub. Mas se não for trazer, deixa a tradução acontecer. Fãs querem que mais fãs apreciem seu hobby, só que caso isso não se converta em maiores vendas para a Circus, de nada adiantará para ela. Lembre-se, ela é uma empresa não uma distribuidora de VNs gratuitas pela net. Quanto maiores as vendas, mais motivada ela fica para produzir mais títulos mais rápido

  9. R Aer says:

    There is one important point that no one has raised.
    At the most recent anime convention, MasterOot asked Mangagamer this question, and they said that they have no plans to translate Da Capo III at this time. Tinfoil according to his sources say that Circus is not interested in expanding to the West with DC3 UNTIL they are done creating sequels to the game (DC3 R + DC3-2 + DC3-2 fandisc). Which is a minimal of 2 years + 1 year (development time).

    The mistake MG made was that, they came in with C&D without announcing a translation project of their own, and gave the assumption to the users that they WILL translate within the near future. That's not true! They're not translating anytime soon, and they're sitting on their copyright monopoly for 3 years! If people knew the truth, they would be less tolerable.

    ---
    google translate:
    Há um ponto importante que ninguém tenha levantado.
    Na convenção de anime mais recente, MasterOot pediu Mangagamer esta pergunta, e eles disseram que não têm planos para traduzir Da Capo III neste momento. Papel alumínio de acordo com suas fontes dizem que Circus não está interessado na expansão para o Oeste, com DC3, até que sejam feitas criando seqüelas para o jogo (DC3 R + DC3-2 + DC3-2 fandisc). Que é um mínimo de 2 anos + 1 ano (tempo de desenvolvimento).

    A MG erro cometido foi que, eles vieram com C & D sem anunciar um projecto de tradução de seu próprio, e deu a suposição de que os usuários que se traduzirá num futuro próximo. Isso não é verdade! Elas não está traduzindo em breve, e eles estão sentados em seu monopólio de direitos de autor por 3 anos! Se as pessoas soubessem a verdade, eles seriam menos tolerável.

  10. Anônimo says:

    http://puu.sh/2EvaZ.png

  11. Anônimo says:

    Link to the fantranslators point of view. Makes a lot of sense to me.

    http://visualnovelaer.fuwanovel.org/2013/03/da-capo-iii-fan-translation-cease-desisted-by-mangagamer/

  12. Anônimo says:

    In short, the original post doesn't understand (as usual):
    - That these "western licensees" have a name: Parasite Middlemen. And we do not need them AT ALL.
    - That fansub users aren't necessarily "pirates" either, as they can buy the original games from japan.
    - That what they (the jp companies) should focus on is:
    1. Making it easy for fansubbers to do their job. This includes not using anticopy bullshit, which as they should know at this point DOESN'T EVER WORK and it annoys the PAYING fans.
    2. Making it easy for people who want to pay the Japanese company to do so. (buying the game, merchandise and donations)

    And, by the way, MangaGamer likely hasn't even started they translation. They'll likely sit on it for three years like they usually do, and once they translate it, they might decide to change (censor or westernize) it as they please. It isn't that uncommon.

    I do hope there's an underground translation continuing where the original fantranslators left it off. I for one will buy the game from japan the moment a fantranslation is available if it happens.

Leave a Reply