O incesto nos jogos e animes. Algo polemico ou apenas uma ficção?


As obras japonesas tanto em animes, mangas e eroges costumam abordar diversos temas, alguns comuns na oriente e outros polêmicos no ocidente.

O Japão é um país que não se cansa de nos surpreender principalmente quando se trata de fetiches, onde nesse país você pode encontrar todo tipo de bizarrice e fetiches estranhos. Porem enquanto a estranheza e o erotismo afastam uns, ele pode atrair outros; afinal existe gosto pra tudo.

E como não poderia deixar de ser o fetiche por irmãs em suas series e jogos é algo bem comum. O incesto em suas obras se dirige a irmãs que não tem o mesmo tipo sanguíneo e ate mesmo ter o mesmo tipo sanguíneo. Tem incesto de mãe e filho, filha e pai e por ai vai. So que o mais comum nesse fetiche são os relacionamentos de irmão e irmã que não tem o mesmo sangue, enquanto o que tem o mesmo sangue é pouco usado.

O incesto é duramente criticado e abominado da sociedade em geral. Então obras assim serem criticadas é algo normal, nem adianta discutir. Mas sempre existe o tipinho "polemizador" que se ofende e não aceita que você goste disso, então ter brigas na internet por causa disso é algo bem presente, principalmente para quem não conhece nada de animação japonesa.


Um anime que eu gostei que abordou bem esse tema foi Yosuga no Sora, onde o anime é dividido em historias de cada personagem, seguindo assim fielmente a visual novel. Na ultima historia tem o relacionamento incestuoso entre irmão e irmã com o mesmo tipo sanguíneo. Porem o relacionamento é criticado e mal visto entre os amigos e conhecidos dos dois. Sem dar spoiler, a historia fica tensa e não segue um rumo que podemos chamar de final feliz.

Mas Yosuga no Sora tentou demonstrar de como seria isso na realidade, de como as pessoas julgam isso. Mesmo o publico ocidental vai conseguir se identificar com esse tipo de historia, por ser um tema que dividem opiniões. Enquanto obras de irmãos não consanguíneos não tem tanta repressão, os que os irmãos tem mesmo sangue costuma ser mal visto inclusive entre o publico otaku.

Querendo ou não muita gente mesmo sabendo que aquilo é ficção elas inserem isso como se foste na realidade, fazendo assim ter a estranheza do gênero. Na minha opinião tudo isso é ficção, não tem irmãos ali, eles não existem são apenas personagens criados para o proposito de apresentar uma historia ou alimentar os fetiches de alguém. Ninguem é obrigado a ver, e existe faixa etária para isso, para evitar que menores vejam esse tipo de material.


Os animes e jogos servem justamente para você fazer ou acompanhar algo que não pode fazer na vida real. Para isso existe a ficção os animes e os Battlefields da vida para nos divertir, mas sempre vai existir o publico de fora que não conhece o gênero e vai condenar aqueles que jogam ou assistem um desenho violento ou pornográfico.

Afinal é muito mais fácil você colocar a culpa num desenho, jogo ou ate no diabo para justificar os seus erros ou os erros de outras pessoas. Mas é muito difícil admitir que você simplesmente errou. A humanidade existe desde antes do surgimento dos videogames e desenhos japoneses, e nem por isso ela deixou de matar, estuprar, guerrear e de praticar incesto.

Esse é um assunto polemico e sempre vai separar opiniões a favor ou contra esse tipo de animação. Diante desse tema qual sua opinião a respeito? Você é contra ou a favor de obras incestuosas em animes e games?

This entry was posted in . Bookmark the permalink.

19 Responses to O incesto nos jogos e animes. Algo polemico ou apenas uma ficção?

  1. RubioPaloosa says:

    Eu sempre adorei um bom incesto, fico até triste de não ter uma irmã. Como tema existe o uso ruim e bom, as vezes passam o sentimento de familiar que sai do controle, as vezes como a sociedade vê, as vezes por pura comedia, mas que é um tema com bastante coisa, é.

    Engraçado que normalmente são as pessoas que não conseguem separar realidade de ficção que recalmão sobre esse tipo de temática, o mesmo acontecendo com lolicon. E quem gosta só quer ver irmãos se pegando.

  2. JefRuizu says:

    Relações incestuosas, consangüíneas ou não, existem desde o início da humanidade. Na história existem casos em que essa relação era feita para unir impérios e reinos e até durante o século XIX isso era bastante comum no ocidente.
    Infelizmente os preconceitos que a sociedade carrega acabam afetando muitas peculiaridades culturais que antes eram comuns.

  3. gangrelion says:

    Na minha opnião, incesto só tem proposito nas estorias se fizerem drama sobre isso. Quando tem uma rota incestuosa em um jogo, eu quero que os personagens reajam à isso de uma maneira convincente, quero que o fato de dois irmãos estarem namorando realmente signifique algo para os outros personagens. Fico muito puto quando jogo essas rotas e os personagens falam: "Okey! E dai? Agente não se importa! Qual é o problema?" Exemplo de um jogo que fez isso direito é o Yosuga no Sora, quase todos os amigos do protagonista ficam enojados com ele na rota da irmã.
    Na verdade eu sempre espero reações fortes em qualquer situação. Se tiver uma garota que é completamente apaixonada pelo personagem mas ele não à escolhe, eu quero que ela fique triste e que o protagonista se sinta mal por isso! Um bom exemplo disso é o KoiChoco (quando vc faz qualquer rota que não seja a do anime)

  4. Protus says:

    Como foi dito, nada disso existe, é tudo ficção... Não tenho nada contra obras com incesto, desde que saibam trabalhar isso. Dependendo do caso, uma obra com relacionamento incestuoso tem um enredo muito melhor do que uma "comum". Enfim, não é o tipo de relacionamento determina a qualidade da obra, e sim a capacidade do autor de criar todo o ambiente e personagens ao redor disso.

  5. Nicholas says:

    Para mim também, uma estória é ficção. Já li muitas VNs com rotas incestuosas (maioria em massa com irmãos não de mesmo sangue) e nenhuma me desagradou. Acredito que quando o romance é incestuoso, a rota deve ser muito bem trabalhada pelo menos para compensar o tema polêmico. Como na maioria das vezes isso acontece, não ligo (e olha que possuo uma irmã!).
    Além disso, as estórias não induzem você ao incesto, apenas retratam uma história de dois personagens fictícios que se apaixonam e, por inconveniência, são irmãos. Não acho ruim, desde que muito bem trabalhado, como em qualquer outro tipo de situação e rota

  6. sasuke says:

    Eu gosto do genero incesto u-u

  7. Eu não ligo muito pra gênero, Sentido ou coisas do tipo, porque? Guilty Crown explica isso totalmente: História! Se a história for boa: Vale a pena! Ou você acha que poder arrancar um item do coração de alguém ,sendo que o item mostre o coração das pessoas, é uma coisa normal? Incesto é sou um tipo de relação romântica entre um ser humano e outro. Os filhos de Adão e eva eram irmãos e como o mundo foi povoado segundo a religião? Tudo começou com o incesto. Mais eu não estou defendendo quem gosta ou quem não gosta. Eu tenho uma irmã e não to nem aí pra ela! E já assisti vários animes de incesto. Quando ela pergunta o que é eu digo: Oniiai, Ela pergunta: O que é isso? E eu respondo: Onii-chan Dakedo Ai Sae Areba Aankeinai Yo Ne! Ou: Mesmo que sejamos irmãos de sangue, não importa se for amor verdadeiro!
    Como dizem por aqui: Cada cabeça uma sentença. Se me perguntarem o que eu acho de incesto eu digo: Uma coisa que faz mal pros bebês de um casal.

  8. Oldman. says:

    Ta Hiroto, mas guilty crown foi o pior exemplo pra se usar, teve um bom plot mas péssimos personagens, um terrível desenvolvimento e a unica coisa que salvou foi a OST, porque pra mim foi algo sem sentido e sem lógica que eu só terminei de ver porque a OST era de fato boa.

    Com relação ao post, eu não dou a minima para o gênero quando vou jogar, e se tiver rotas assim faço questão de pegar por ultimo e ainda melhor quando não tenho opção, assim como YnS, porque é ficção, mas também não vou falar que eu sou a favor, porque não sou, isso em vida real é estranho e tem motivos pra existir tal lei. Eu mesmo falei: "é ficção", porém a ficção é criada por algo real, então no final não deixa de ser uma mensagem que a pessoa quis passar sobre algo que ele apoia, afinal ninguém escreveria sobre algo que não goste.

  9. gangrelion says:

    Falando nisso, não tinha sido recentemente aprovada uma lei que proibia incesto e outros e feitiches nos animes, jogos e mangas? O que aconteceu com isso?

  10. Anônimo says:

    Como o cara disse ali,é bom se tiver drama,ou se causar um impacto nos personagens da história,que cause algum conflito,se for tratar a rota da irmã/irmão como uma coisa normal,deixa ele/a como um personagem normal,não como irmão,porque sério,se for pra colocar incesto,coloquem algo impactante ou que envolva drama,porque os personagens só agirem normalmente sem conflito nenhum é chato tb.

  11. Anônimo says:

    Gostei muito do artigo falando sobre isso.

    Uma coisa que tem que se deixar CLARA para os outros é que antes de tudo, isso é só um jogo ou animação, nada ali é real.
    Gêneros como incesto, lolicon , até mesmo furry são duramente criticados.

    Mas pensem o seguinte , ver um anime de incesto vai REALMENTE fazer da pessoa que assiste , um maniaco por irmãs na vida REAL ?

    Muito pior que isso são essas porcarias de novelas da globo, filmes e séries americanas que mostram morte, sangue, e coisas ainda mais macabras e todos acham "íncrivel" .

    As pessoas tem que intender que não vai ser um anime ou gênero daquele anime que vai fazer com que a pessoa se torne uma criminosa ou se torne incestuosa ou coisa do tipo, também não influencia, otakus que gostam desses gêneros de animes e jogos, normalmente se interessam apenas pelo 2D (personagens ficticias) e nem se interessam por garotas reais ou sequer imaginam as mesmas assim.
    Enquanto um criminoso real não precisa ver um anime pra fazer um crime, ele ja tem em mente o que quer desde o inicio.

    Então chega de tanto preconceito bobo.

  12. Oldman. says:

    Caro Anônimo, não é questão de preconceito, é como eu disse, com relação aos jogos/desenhos eu não ligo, que tem gente que se influência tem mas não é onde eu quero chegar, pessoas criam isso porque elas gostariam de algo parecido. Não são todos os casos assim mas provavelmente muitos são desse jeito. E eu sou contra devido aos problemas que isso acarreta na vida real, além de ser algo de alto risco, os bebês podem nascer com diversos tipos de doenças perigosas.

    Em fim, cada um com seu ponto de vista.

  13. Anônimo says:

    incesto a forma mais pura de amor 2x melhor se for twincest mas vale lembrar que 3D =/= 2D a e TL;DR jonhmaser

  14. Anônimo says:

    ah e yosuga no sora o anime eh um bad ending tem q jogar a visual novel pra pegar o true endingu

  15. Luna Lopes says:

    Eu curto esse tipo de novel e anime e nem por isso quero pegar minha irmã!

  16. Kyoutsu-Kun says:

    Sou a Favor, Alias AMO Siscon e Lolicon e não estou nem ai pra minha irmã, Acho que quem não gosta deveria apenas não assistir e não sair xingando pra tudo qualquer rede social que "aquilo é uma bosta" Ou então Tentar pelo menos tentar separar a Ficção da realidade.

    E mesmo que xinguem, eu vou continuar gostando então qual é o proposito disso ?

  17. DStalker says:

    O que eu percebi é que a maioria q gosta de incesto geralmente não tem irmã ou não dá a minima para a tal...ou é impressão minha?

  18. Anônimo says:

    eu nao sou a favor nem contra o incesto, sei q é ficção q estamos falando mas vou dar um exemplo real, se eu tivesse uma irmã e me apaixonasse por ela eu iria tentar ficar com ela, mas n significa q eu ficaria com minha irmã so por ficar ate pq n fico com alguem q n gosto, pra min tudo depende do sentimento, se ele for real n vou ter motivos para criticar ou julgar ninguem.

  19. Anônimo says:

    EU assisto e acho muito bom, eu sou apaixonada pelo meu irmao de sangue desde os 13 anos, só vim começar a ver coisas do gênero depois dos 15 então não é por causa disso...

Leave a Reply