Do que adianta ver uma porrada de Animes, se você não está se divertindo?


Com o surgimento da "banda larga" no Brasil, o publico otaku e pessoas que gostam de japonezices, conseguiram ter maior facilidade para obter os seus desenhos.

Quem não se lembra da época, onde ficamos a merce apenas da TV para assistir algum anime que gostávamos e que a quantidade de material era bastante escassa em relação ao que temos hoje? Com a internet temos o anime e manga que bem entendermos, basta chegar num fansub ou num site em especifico e baixarmos o que bem entendermos sem limitações ou ter que esperar em determinado horário para assistir.

Mas como a internet não é só download, mas também uma forma de você expressar sua opinião; pra isso serve as redes sociais e blogs. Você acaba acompanhando mais animes para ficar por dentro do assunto e acaba comentando e lendo mais forums e blogs, quando você menos percebe você está tão bombardeado que o que seria diversão, acaba se tornando muitas vezes algo cansativo para quem acompanha.

É bom conversar sobre um tema em especifico, se reunir com os amigos e conversar desde a um filme que está passando no cinema, sobre trollada que o Xbox One tomou na E3, ou simplesmente falar que não foi apenas por 20 centavos.

Mas enquanto com os amigos você passa alguns minutos, na internet esse tempo de discussão pode ser ampliado para 24 horas. Ai você pergunta "O que redes sociais e a internet no geral tem a ver com anime?", muita coisa. Antes de você ver um anime, você  basicamente pesquisa na internet e da uma lida nas suas redes sociais e blogs para buscar informações e a partir desse momento você já está sendo bombardeado.


Ter informações e discutir é algo bom, mas até quando isso se torna cansativo e ate mesmo irritante? Com a quantidade de anime que chega a cada 3 em 3 meses, você alguma vez deixou de ver determinado anime, por ser de uma temporada anterior? Mesmo esse anime sendo bom, você deixou de assistir pelo fato dele não ser mais motivo de assunto, e se você perder tempo com ele não vai conseguir acompanhar a nova temporada e vai deixar de estar atualizado sobre os novos animes. Logo você vai estar fora do assunto que está sendo abordado nos blogs e redes sociais.

Pode não parecer, mas muita gente que tem os animes como hooby acaba passando por esse tipo de sintoma. E isso não acontece só com animes, acontece com series americanas, filmes, jogos e cia. Quantas pessoas não assistem filme "filmado do cinema" só para dizer na internet que assistiu e fazer parte do assunto? Acredite muita gente faz isso.

O pessoal se preocupa tanto com os lançamentos de animes, que acaba não vendo que tem muita coisa boa ao seu redor. Da mesma forma que um anime modinha de temporada é logo esquecido assim que chega uma nova temporada, e logo um novo anime modinha chega para as pessoas terem assunto para debater. Esse é um comportamento tipico na internet, da mesma forma que muita gente fica assistindo Game of Thrones e gosta de comentar sobre ele, tem muitos que estão assistindo Shingeki no Kyojin e gostam de falar sobre sua experiencia em cada episodio na internet.

Isso é ruim? Não, é bom afinal blogs e redes sociais são um entretenimento assim como assistir anime também é, os dois se completam. O intuito da postagem não é criticar esse comportamento e sim falar dos excessos.

Como nunca me preocupei em reportar tudo que acontece no entretenimento japonês, e sim o que eu acho relevante e que o leitor vai gostar, nunca senti o impacto do bombardeio do entretenimento. Porém vejo isso acontecendo muito em blogueiros e pessoas muito apaixonadas pelo anime e manga. A ponto delas prejudicarem sua vida social: eles mesmos falam isso.


Na minha opinião anime e manga é uma diversão,assim como blogs e redes sociais. E como diversão é algo de segundo plano e primeiro vem as obrigações, isso é algo reservado para os momentos de lazer. Mas a partir do ponto que você faz isso como uma obrigação para estar dentro do assunto e não ficar desatualizado isso deixa de ser diversão e se torna uma obrigação.

Do que adianta você assistir 5 a 10 animes da temporada, onde na maioria deles não está nem te divertindo? Você tem como ver todos os animes que chegam, mas não é necessário ver tudo, desde que claro você goste de assistir e todos eles estão se divertindo. E tem aqueles que assistem uma porrada de animes para se sentir mais otaku que outros.

Porém na minha opinião o objetivo de se assistir um anime é entreter e divertir. Se isso não está divertindo então tem uma coisa errada nisso. Acho esse um assunto que da uma boa discussão, afinal cada um tem sua forma de acompanhar um anime, gostaria de ouvir uma segunda opinião a respeito desse comportamento entre os otakus.

Na sua opinião ver uma porrada de animes, para ficar por dentro do assunto dos blogs e redes sociais é algo prejudicial? Ou isso é algo que faz parte da diversão dos otakus?

This entry was posted in . Bookmark the permalink.

10 Responses to Do que adianta ver uma porrada de Animes, se você não está se divertindo?

  1. otomegatari says:

    Excelente texto e excelente assunto pra se debater. Todos nós passamos por isso em algum momento,com qualquer mídia - assistir só pra estar um pouco integrado no que as pessoas estão conversando, como por exemplo, ouvir aquela única música que está fazendo sucesso ou ver aquele vídeo viral do momento. É até que normal, porque ninguém quer ser excluído das conversas por não ter conhecimento de algo. Mas, por trás disso há pessoas que, muitas vezes indiretamente, encorajam esse tipo de sentimento, dizendo que " se você não viu tal obra não é otaku o suficiente " ou " se não viu tal obra não pode falar nada ", então as vezes a pessoa se sente obrigada a assistir determinado anime só pra dizer que viu, mesmo que nem tenha gostado. Mais comum ainda são os que assistem TODOS os animes da temporada só pra fazer número no perfil do MAL.

    No final, é tudo uma questão de qualidade ou quantidade. Eu, pessoalmente, prefiro ver só os animes que me agradam, nem que seja só um de " x " animes de uma temporada.

  2. Gaiasking says:

    Concordo em grau e número com o que foi discutido. Apesar de eu assistir uma porrada de animes nessa temporada, o motivo foi diferente, uma vez que realmente gostei de vários animes que passaram.
    Porém conheço pessoas que assistem "X" anime porque todo mundo está assistindo (vide SAO no ano passado e Shingeki no Kyojin nesse), bem como conheci pessoas que assistiram todas as temporadas de Supernatural e The Walking Dead apenas para conseguirem conversar na roda. Isso é besteira.

    Assistir algo que não te agrada é apenas perder tempo, algo muito precioso diga-se de passagem. Se você se sente excluído por não assistir "X" anime, filme, seriado, melhor você começar a repensar seus atos, pois assim não estará sendo você mesmo, apenas uma espécie de cão na matilha.

  3. Gchagas says:

    O que há com essa foto do Zun bebendo com a Sakuya do lado? O jeito que foi desenhado parece até Monster Hunter. kkkk

  4. anachan says:

    Tem o caso comum também de gente que não se sente bem em deixar um anime não terminado, mesmo que esteja chato. Seja pra colocar 'completo' no MAL ou poder xingar com propriedade.

    Eu já fiz isso, mas foi coisa de momento, demorei pra ter internet boa e quando vi que tinha tudo disponível, queria consumir o máximo possível, ahahhaashua. Mas já passou a pira, vi uns 2 ou 3 animes chatos completos e agora não tenho mais problemas em dropar :D

  5. Anônimo says:

    Só assisto o que der vontade... Ainda hj nao assisti SAO por ex.

    Por mim, nao ligo se é dessa temporada ou da decada de 1900 e carne assada.

    Mas tem gente msm que só assiste as modinhas msm. Pra mim pessoas assim querem ser otakus forçadamente e nao gostam de anime verdadeiramente.

  6. Marcio says:

    Eu Só Assisto se For Legal , Ou Pelo Menos Der uma Ansiedade de Saber como vai ser o próximo Episodio , Eu Por Exemplo Assisti Uns 150 Animes , E Deles Todos eu Achei Legais , Eu Assisti Alguns Outros Tambem , Mas só alguns Capitulos , Por Nao Chamarem Muita Atenção , ou Simplesmente Por Serem Chatos , Na Minha Opiniao , Acho que nao é Muito Legal Ficar assistindo Animes Como Obrigação , e Sim Como Um Hobbie ou Diversão ,Mas muitos Praticam Isso Como Obrigação e Com Isso Varios Não Tem Vida Social ( as Propiras Pessoas Admitem isso ) , Ou Seja , Assistir Algo Que Nao te Agrada nao Te Faz Feliz , Voce perde tempo Vendo Algo Que nao gosta , Sendo Assim Voce nao Presta muita atenção ... Nao Importa se O Anime For Novo ou Antigo , Se For Legal Vale a Pena .

  7. Anônimo says:

    Eu me divirto com os animes que eu escolho, na maioria das vezes. Percebo isso porque eu rio, choro, me impressiono as vezes, enfim, os animes me tiram da realidade por um certo tempo. Claro que não faço isso direto, tenho vida social também, não sou doente XD E sobre o comentário ali em cima sobre ver um anime apenas por obrigação mesmo ele sendo chato, eu faço isso. Não pra colocar no MyAnimeList, ou pra ter argumentos pra falar mal dele, e sim porque eu fico curiosa sobre o final, e tenho esperanças de ver a história ficar melhor -q aí não tenho coragem de dropar o anime, pois vai que ele fica melhor depois..

  8. Sakki says:

    Ei (sei que não tem nada a ver com a postagem) mas vocês aí da Visual Novel Brasil conhecem algum otome game legal, e traduzido para inglês? Algo tipo Uta No Prince-sama, que dá pra conquistar os garotos ^^ já joguei Hakuouki, Always Remember me, Love & Order, Winter in Fairbrook e Love Academy. Obrigado!

  9. Torajima says:

    Diálogo imaginário entre otakus:
    Otaku 1: Você soube da última sobre a série Card Captor Sakura?
    Otaku 2: Não. Qual é a última?
    Otaku 1: É sobre um dos personagens da série. Para ser mais exato, é sobre o mago Clow Reed.
    Otaku 2: Ah, aquele Clow Reed. Eu me lembro dele. E o que têm ele?
    Otaku 1: É que esse personagem pode ter sido inspirado em uma pessoa que existiu na vida real. E, ainda por cima, eram um mago, também.
    Otaku 2:É mesmo?(disse, surpreso) E quem foi esse mago que pode ter sido a inspiração para aquele personagem?
    Otaku 1:Segundo comentários que correm por aí, havia um mago que viveu na primeira metade do século passado, chamado Aleister Crowley, que era famoso internacionalmente. E ele era inglês. Era considerado um mago competente, que escreveu livros sobre magia e ocultismo e, detalhe interessante, um baralho de 78 ilustrações, todos na cor vermelha, reunidos num livro chamado de O livro de Thot Tarot, foram pintadas por uma artista inglesa sob a direção do próprio mago em questão. Mais tarde, esse baralho foi impresso pela primeira vez em Dallas, nos EUA, mas na cor vermelha. Só anos depois é que eles foram impressos com suas cores originais.
    Otaku 2: Hummm,isso é interessante. Ainda mais por causa desse detalhe do baralho ilustrado e do tal livro, que fazem lembrar as cartas Clow e o livro em que elas estavam reunidas.
    Otaku 1: E isso não e tudo. Tem mais coisas que reforçam as semelhanças entre os dois, o mago criado pela Clamp e o mago que existiu no mundo real.
    Otaku 2: Ainda há mais?(disse, mais surpreso do que antes).
    Otaku 1: Segundo as pesquisas que fiz na internet, esse tal de Crowley viajou pelo mundo afora. Ele visitou diversos países, entre eles, Hong Kong e Japão.
    Otaku 2(perplexo): Hong Kong…a terra natal de Shaoran.
    Otaku 1: Além disso, têm a personalidade do tal mago Crowley. Segundo informações na rede, ele tinha uma personalidade que, de certa forma, se assemelhava ao do fictício mago que criou as cartas Clow. E, por fim, um detalhe curioso: você notou que o nome completo do mago da série da CLAMP – Clow Reed (クロウ・リード) – têm uma semelhança fonética com o sobrenome do mago inglês que viveu no século passado – Crowley (クロウリー) – e que, escritos em katakana , a escrita japonesa utilizada para palavras e nomes estrangeiros, leia-se não japoneses) são quase semelhantes?
    Otaku 2: É mesmo! Agora que você falou isso, percebi a semelhança entre os dois nomes.
    Otaku 1: E mais uma coisa que me veio à mente: lembra da frase que a Sakura usava para transformar a chave em báculo desde o começo da série, até o episódio em que ela passou pelo julgamento final, aquele em que ela enfrentou e venceu Yue, quando o báculo mudou de forma, com aquela estrela na ponta ao invés do símbolo do sol e da lua?
    Otaku 2: Ah, eu me lembro sim. Era assim: “Chave que guarda o poder das trevas,…”
    Otaku 1: Pois é. No anime, e principalmente no mangá, da série Card Captor Sakura, consta que o poder de Clow vinha das trevas, ao contrário do poder da Sakura.
    Pois bem, eu soube também que o tal do Aleister Crowley, o mago inglês do século passado, praticava tanto a magia branca como a magia negra. Algumas pessoas o associavam mais à magia negra, o poder das trevas. Seria essa, possivelmente a semelhança maior entre os dois magos – o fictício e o real? Numa música do Raul Seixas, intitulada “Sociedade Alternativa”, há uma citação tanto ao mago Crowley quanto à uma famosa frase dita pelo mago:”Faze o que tu queres, há de ser tudo da lei” ,frase essa que algumas pessoas poderiam ter entendido como “faça todo o mal que queres”. De qualquer forma, tanto Clow como Crowley eram excêntricos, como pode ver.

  10. Hoje em dia eu tenho visto muito menos animes do que antes da queda do megaupload, os servidores gratis que os fansubs estão usando são horriveis para download em massa.

    Mas em relação ao assunto, eu nunca tive esse problema ja que eu nunca me importei com o que as pessoas acham, e quando eu comentava sobre algum anime era ou porque eu gostava muito ou o anime foi um fiasco baseado em uma obra de que eu era fã. Até hoje eu nunca assisti um anime que acho chato, e sempre que eu pegava um anime chato pra assistir eu dropava sem problema algum.

Leave a Reply