Você é infantil?


A infância é um processo que todo o ser humano passa, depois vem a adolescência e em seguida a fase adulta. Depois vem a velhice e no fim a morte.

Esse é um processo natural, afinal nos envelhecemos e adquirimos conhecimento no decorrer de nossa jornada acadêmica e profissional. Mas tem um comportamento peculiar que todo jovem e adulto passa que é o tal do cara que é infantil.

Muitos atribuem um cara infantil como uma pessoa que age como um jovem, gosta de desenho e jogos. O conceito vai aumentando e você pode ser taxado de infantil inclusive por seus gostos, como gostar de coisas fofinhas, ser um brincalhão e ate ser ingenuo. Sejam sinceros todos nos ja fomos chamados de "infantil" ou ja chamamos alguém de "crianção" por determinada pessoa ter um comportamento que para nos, não é algo normal para uma pessoa daquela idade.

Mas isso não fica só no contexto de um adulto ou pré-adulto, crianças também querem se considerar mais adultas que outras por agirem mais rudes, ou terem gostos que muitos adultos gostam como futebol e pornografia.


O termo adulto nada mais é do que uma pessoa que atingiu a maioridade civil, esse é o significado. Porem o termo vai bem mais alem de acordo com a população. Queremos ser vistos como pessoas adultas, pelo fato de que um adulto consegue se sustentar sem ajuda dos pais, alem de trabalhar e ter sua independência e conseguir constituir sua própria família. Porem como foi perguntado na postagem "Você é infantil?" sabemos que mesmo um adulto pode ser taxado de infantil como todas as coisas que eu citei la em cima.

Gostar de desenho, quadrinhos, bichinhos de pelúcia e ate outras coisas como jogar pokemon e mario bros, na vida adulta, você pode ser taxado de infantil. Enfim para muitos isso torna uma pessoa infantil, mas uma pessoa realmente infantil na vida adulta é simplesmente um cara imaturo. Um adulto ou ate mesmo um jovem mais velho pode apresentar um bom nível de maturidade, responsabilidade e educação. Se ele gosta disso ou daquilo isso pouco importa desde que a pessoa seja responsável e maduro suficiente para viver em sociedade como um adulto.

Muita gente confunde ser um "adulto" com tamanho, gostos e ter um cigarro na boca. Sabemos que nossa juventude esta sexualmente mais ativa, aos 14 a 16 anos ja devem ter experimentado sua primeira experiencia sexual e falam de sexo de maneira muito liberal.


Podemos dizer que esse conhecimento para eles os tornam adultos, mas se você falar de um assunto que determinados jovens abominam eles agem de maneira rude e ignorante para aquele assunto.

Como você pode ser liberal num assunto e se considerar adulto, mas é imaturo o suficiente para outros assuntos e opiniões que vão contra o que você acredita? Ser jovem e criança não é problema. Todo mundo tem sua fase, não tem nada errado aproveitar cada fase e o amadurecimento acontece mais cedo ou mais tarde, a menos se você não buscar o seu próprio amadurecimento e evolução pessoal.

Inclusive no meio otaku temos essas discussões de quem é infantil. Temos otakus que se consideram adultos por verem Gantz e animes intelectuais como Death Note, e taxam de infantis quem gosta de Naruto e Pokemon por exemplo. Porem nada disso é que vai determinar se o otaku é uma pessoa adulta. Você ficar aborrecido por alguém falar que anime é desenho não é sinal de maturidade, muito menos ofender todo mundo que tem opinião contraria a sua na internet.


Considero esse assunto interessante a ser tratado, por isso dei minha opinião a respeito. Você não é obrigado a aceitar minha opinião. Porem se você quer alimentar o debate fique a vontade para comentar sobre o assunto, afinal esse é um tema que qualquer um ja presenciou, principalmente no meio otaku por gostar de desenho japonês.

Você não precisa gostar de determinada coisa para se considerar um adulto, muito menos ter medo e receio de ser chamado de pessoa infantil. Quem tem aversão ao infantil é quem tem a necessidade de se afirmar como adulto.

This entry was posted in . Bookmark the permalink.

6 Responses to Você é infantil?

  1. Anônimo says:

    Gostei da postagem um tema bem diferente para variar. Já presenciei esse momento de chamar o cara de infantil pelos gostos da pessoa. Tem gente que se preocupa tanto com isso que deixa de tomar toddynho mesmo gostando só para não ser mal visto pelos amigos.

  2. Gaiasking says:

    Achei bem interessante discutir esse tema, principalmente por um vasto número de amantes de animes/jogos ser considerado como criança para uma parcela significativa da população.
    Inúmeras vezes fui chamado de criança apenas por jogar Pokemon, ou ficar querendo comprar um novo console, ou apenas estar assistindo um anime como Oreimo.
    Acho isso estúpido. Adulto não se mede pelos gostos da pessoa, mas sim por seu caráter, responsabilidade e senso de propósito. Nada adianta alguém dar uma de machão, assistir apenas O Exorcista de madrugada sozinho e beber igual um porco toda festa se a pessoa é um irresponsável e inconsequente. Ser criança, para mim, não é gostar de desenhos ou jogar determinados jogos, mas sim alguém responsável, confiável e de caráter (ou então alguém com menos de 18 anos)

  3. Esquálido says:

    Muito interessante esse tema. Acho que uma vez na vida todo mundo se pergunta se é infantil, quando se é um otaku uma vez ao dia se pergunta se é infantil. Em primeiro lugar acho que infantilidade e maturidade são termos relativos, assim como são o bem e mal. Todos, sem nenhuma exceção, somos infantis em relação a certos aspectos, circunstâncias, coisas e maduros em relação a outros. Não se deve confundir independência (seja financeira ou não) com maturidade. Um executivo casado que gaste todo o seu dinheiro com jogos e animes seria alguém infantil ou adulto? Tudo isso é uma questão comportamental que depende da sua criação, influências e região. Meu gosto tem mudado com o tempo, mas ainda vejo/faço coisas "animadas e coloridas" ao mesmo tempo em que vejo/faço coisas sérias, sanguinárias, intelectuais. Claro há certos comportamentos exagerados que podem ser considerados doenças, quando impede a pessoa de viver uma vida normal (de modo semelhante ao vício exagerado em álcool por exemplo). Não importa se você é infantil ou não, o importante é fazer o que você gosta e não forçar gostos para agradar a outros. Apenas uma coisa é certa: antigamente esperava ser feliz no futuro, agora vejo que era feliz somente no passado, mas isso não pertence exatamente a esse assunto... Toda essa questão já está me deixando com dor de cabeça...

  4. Ser adulto é uma questão de idade, maturidade independe da idade, mas a maturidade vem com a experiência. Por isso, as vezes ela pode demorar bem mais a se manifestar numa pessoa. Agora, essa questão de desenho VS anime, eu acredito ser algo mais cultural do que propriamente algo ligado à maturidade de uma pessoa. Desenho e animação é a mesma coisa, mas desenho meio que ganhou uma conotação muito negativa pela grande mídia qualificá-los como algo para crianças. Particularmente prefiro o termo animação (ou cartoon, anime), por ser ser mais técnico e que o achá-lo mais bonito, afinal, desenho pode significar tantas coisas.

  5. lucas703 says:

    só falo que eu curti :D

  6. Emerson says:

    Acredito que as pessoas se guiam muito pelo público-alvo do produto ou pelo público que mais consome o produto. Um exemplo que eu vejo de vez em quando por aí é o Minecraft: muito gente acha que isso é jogo de criança porque existe muita criança e pré-adolescente jogando, mas Minecraft, ao meu ver, não é um tipo de produto com um público-alvo bem específico. A mesma coisa acontece com Pokémon, com a diferença de Pokémon ter um público-alvo específico.

Leave a Reply