Falta originalidade no entretenimento japonês? Ou estamos sobrecarregados de entretenimento?


Comparado a 20 anos atrás, presenciar essa quantidade de filmes e animações que temos hoje em dia era um sonho distante. Hoje em dia é bem mais fácil de fazer um filme, desenho e quadrinhos. Logo somos bombardeados com uma porrada de títulos novos onde fica praticamente impossível acompanhar tudo.

Com tantos títulos se torna algo até normal ver varias obras com certa similaridade entre elas. Fazendo assim muita gente falar que está faltando mais originalidade no entretenimento japoneses. Mas isso é algo realmente tão prejudicial a sua diversão? Com a proliferação da internet parece que em vez de darmos mais valor as coisas, nós simplesmente reclamamos mais que apreciar um bom anime nos momentos de lazer.

O entretenimento japonês é bastante recheado de referências, tanto que notamos isso em outras obras. Quer um bom exemplo? O manga Dragon Ball de Akira Toriyama é um bom exemplo disso. A obra de Akira pega referências a história chinesa "A lenda do rei macaco" onde tanto Goku ter um bastão e um rabo são referências a essa história. Apesar que Dragon Ball não foi o único a pegar referências disso, um clássico jogo da Capcom "Son Son" também pegou referências da mesma história.


Onde a Capcom colocou uma personagem feminina no Marvel vs Capcom 2 chamada Son Son onde ela faz coisas muito similares a Goku como: lutar usando bastão, voar na nuvem voadora e até se transformar em macaco gigante.

Isso é um exemplo. Mas infelizmente somos limitados a ver uma obra que tenha alguma similaridade com outra obra como algo proibido, fazendo assim anularmos todo mérito de seu criador. Plagiar uma obra é algo totalmente diferente de pegar referências. Nem todo mundo consegue criar um universo inteiro como no senhor dos anéis.

Porém no ocidente estamos com a mania chata de que tudo tem que ser épico e totalmente diferente da obra anterior, onde sabemos que isso é algo relativamente impossível de se fazer. Comparado a antigamente o entretenimento esta muito extenso, sempre vai ter algo a ser apreciado só basta procurar. Não acho que uma obra inteira é prejudicada só porque o autor pegou referências a outras obras. Se aquilo vai ficar bom ou ruim vai depender exclusivamente da habilidade do criador.


O ocidente anda muito exigente em relação a isso. Enquanto no Japão pegar referencias é algo bem normal, é ate feito como forma do criador de tal obra, demonstrar o quanto ele gostava de tal obra antiga ou atual. Outros podem nem pegar referencias a tal anime ou jogo, mas costuma citar tais jogos e animes dentro da própria serie.

Um bom exemplo é Lucky Star e Gintama, onde ambos animes falam frases e citam animes e jogos de outros criadores, onde isso pode ser usado tanto para quem esta vendo gostar da citação quanto para o criador mostrar sua admiração. Mas aqui não é Japão, o pensamento daqui é diferente, não que a simples critica do fato de pegar referencia seja um erro.

Afinal cada um aprecia o entretenimento da maneira que desejar. A simples tempestade de series, filmes e jogos que temos hoje em dia é muito grande, e estar sempre buscando apreciar em grande quantidade vai fazer você notar a semelhança entre eles, não tem como fugir disso: afinal a meta é conquistar o publico alvo.

Enfim qual sua opinião a respeito disso? Você acha que está faltando originalidade no entretenimento japonês ou estamos simplesmente sobrecarregados de entretenimento?


This entry was posted in . Bookmark the permalink.

3 Responses to Falta originalidade no entretenimento japonês? Ou estamos sobrecarregados de entretenimento?

  1. Luis San says:

    eu acho ótimo ter tantos animes e filmes pois mesmo se vc não gostar d alguns sempre terá algum que lhe interesse, e sempre terá essas discussões pois nem todos tem conhecimento da referencia de onde foi tirada a ideia, bom eu queria saber, na imagem eu reconheci o Red e os heróis de Persona 3 e 4, mas quais são os outros?

  2. Anônimo says:

    O que esta ao lado do Red é o Date Masamune do anime/game Sengoku Basara

  3. Anônimo says:

    E o de cabelos vermelhos é o Luke de Tales of the Abyss..

Leave a Reply