Gamer casual e hardcore. Dois rótulos totalmente desnecessários.


Nos anos 90, ninguém tinha ideia de que a industria dos vídeo games iria evoluir tanto em tão pouco tempo. E hoje estamos em pleno 2013 e podemos dizer que se tornou um entretenimento forte que esta competindo ate com a industria de cinema. Porém na postagem de hoje não irei falar sobre o passado dos jogos e sim sobre os termos que muita gente usa, que são: "gamer casual" e "gamer hardcore". O termo gamer hardcore foi criado para indicar aquelas pessoas que jogam vídeo game que tem uma característica "elevada".

Por exemplo aquele que passa muitas horas jogando, ou que sabe muito sobre mecânicas e tem muitas informações sobre vídeo game; alem de estar sempre se informado. É que nem o cinéfilo, que esta sempre informado sobre filmes e sobre futuros lançamentos, alem de saber muito sobre atores, diretores e por ai vai.

Mas como sabemos hoje em dia o termo "gamer hardcore" é simplesmente inserido para aquela pessoa que joga determinado tipo de jogo. Como é no caso de Call of Duty e Battlefield, onde você ter o jogo e passar horas camperando é considerado ser gamer hardcore. E como não poderia deixar de ser o mercado aproveitou isso para ganhar dinheiro em cima dos consumidores de jogos. A Intel e NVidia esta ai pra provar isso, se você gosta de FPS e jogos com fortes gráficos você é gamer hardcore, então sempre ter um PC potente é fundamental para jogar jogos pesados, e consequentemente continuar no rotulo de ser um gamer hardcore.


Ou seja ser um gamer hardcore se tornou hoje em dia um status, e não uma qualidade ou habilidade intelectual de uma pessoa. Você só precisa ler comentários em portais de games para você ver o nível da ignorância dos comentários. Esses são os novos gamer hardcore, onde é apenas um rotulo besta que é usado para dizer que você é mais gamer do que o outro.

Video game é um entretenimento, mas como sabemos o ser humano mesmo na diversão quer se destacar, e mostrar que é mais superior que o outro naquilo que gosta. O cara querer bancar superioridade no trabalho já é algo idiota, imagina querer bancar superioridade num entretenimento que ele pagou pra consumir? No final é apenas orgulho.

Mas a separação dos termos não se deu a toa. Afinal a industria dos games esta sempre querendo se adequar a todos os públicos. O gamer hardcore começou a mudar muitos depois do lançamento do Nintendo Wii, onde o objetivo do console inicialmente era atrair o publico mais família e não um jogador mais assíduo. Isso de certa forma fez os jogadores mais fervorosos não aceitarem que o jogador que joga num Wii seja um gamer hardcore. E essa separação só fez aumentar com o surgimento crescente de MMORPG, Jogos Sociais e agora Jogos Mobile.


Agora um simples jogo de celular como Angry Birds pode vender milhões que nem os joguinhos de tiro, e isso pra galera mais fervorosa é uma afronta que lhes tira o sono.

E hoje em dia até lojas de vendas estão rotulando jogos como hardcore ou casual, afinal eles sabem o que o simples rotulo já é um fator forte o suficiente para fazer alguém comprar um jogo. E não tiro a razão deles, uma empresa tem que se manter viva. Enquanto os jogadores que se dizem hardcore, continuarem com essa mentalidade as empresas continuaram fazendo os seus jogos de tiro, que o povo tanto gosta e vão continuar a ganhar dinheiro com isso.

Porém com a popularizarão dos jogos hoje em dia, já passou a época que jogo é feito para um nicho, um grupo. Temos mais diversos jogos, desde independentes a profissionais ganhando dinheiro sem precisar se intitular hardcore, os que são chamados de casuais. O Steam Greenlight que é um serviço agregador de jogos indie esta cada vez mais popular e eficiente, mas isso só acontece porque tem gente interessada em comprar jogos assim, se não a Steam não iria nem criar o Greenlight, um capitalista não gosta de perder dinheiro, ele não fez isso porque é bonzinho.


Felizmente hoje em dia temos jogos para todo tipo de publico, e isso é bom. Afinal hoje em dia ninguém pode reclamar que não tem jogo que faz seu estilo. Gamer casual e gamer hardcore? Isso é besteira. O importante de um jogo é ser divertido, perder tempo com discussões bobas é desperdiçar horas que poderiam estar sendo usadas para se divertir jogando vídeo game.

Gamer casual, gamer hardcore? Não me considero nenhum dos dois, apenas um jogador (gamer) que gosta de jogar bons jogos. Sempre que me perguntarem do que eu acho sobre isso vou dar minha opinião, onde acho isso uma verdadeira bobagem. Esse é apenas meu ponto de vista, você se rotular que tipo de gamer você é, simplesmente é uma opção sua. Você tem direito de se identificar com o que achar mais coerente pra o seu estilo de vida.

Afinal rótulos existem desde sempre e não vai ser agora que isso vai morrer, mas é sempre bom saber diferenciar que isso é apenas um lazer, e não algo que vá determinar a sua honra. Enfim, qual a sua opinião sobre o termo gamer casual e gamer hardcore? Você acha uma bobagem ou algo que deve ser seguido a risca?

This entry was posted in . Bookmark the permalink.

5 Responses to Gamer casual e hardcore. Dois rótulos totalmente desnecessários.

  1. Kelmer says:

    Ótimo texto! Eu acho um tremendo saco quando as pessoas passam a se vangloriar por estarem jogando um determinado título. >-<"

    O pior é que essas pessoas se limitam a jogar muitos outros jogos por causa desse preconceito.

  2. Anônimo says:

    Cara... Eu mal sabia da existência desses títulos, digo isso no sentido que não tô nem ai pra definições, eu apenas jogo os jogos que me agradam e pronto!! Não tenho muito o que falar sobre isso... Eu acho essa definição meio imbecil! Mesmo visual novel! Eu só jogo o que me agradar! Independente do que for, se é Gal-ge, Otome Game, Yaoi, Yuri... Quando se tratam de visual novel, eu jogo pela historia.

    Eu só estou expressando o meu ponto de vista, não quis ofender ninguém que tenha opinião diferente sobre isso!

    Assinado: Press-San

  3. JulioAxcel says:

    Concordo com você, é uma bobagem de gente bitolada, pra que limitar a si mesmo a "jogos hardcore" quando você pode desfrutar de tudo que há de bom na indústria do vídeo-game?
    Se analisarmos a indústria dos games da pra ver que os consumidores se rotulam muito e brigam por qualquer coisa, os istas, PC e console, Dota ou LoL, BF ou CoD, Sonic e Mario, cada rage por causa de nada lol.

  4. Anônimo says:

    Ná, tão fazendo muito caso de muito pouco. E claro que tem sempre pessoas carentes que ficam se rotulando com qualquer coisa.Querem se sentir orgulhosas por dedicarem muito tempo e dinheiro em jogos, por isso se chamam Hardcores.

    Pra mim não tem problema nenhum denominar-se ou denominar alguém com esse nome, tanto que quem diga tão ofenda nem menospreze o outro.

    Nenhum gamer tem mais valor que outro isso e estupido.

  5. Para falar a verdade concordo e discordo sobre esse termo que usam, para ser um gamer só precisa gostar de jogar ponto. Claro tem os "eu entre outros" , que querem mostrar suas habilidades aos outros isso é fato, imagina um mmorpg sem pvp tem que ser muito zica pra manter online street fighter, sem a zueira quando ganha, enfim o gamer, tudo que se relaciona a tecnologia é diversão até a derrota ^ ^ ;;;;

    Sou Fan Hardcor de mmorpg e jogos de rpg entre outros jogos, menos de fps de primeira pessoa; kkk

Leave a Reply