Archive for Fevereiro 2013

Hapymaher. O acidente e o pesadelo.


A empresa Purple Software acabei conhecendo pelo seu jogo Memoria de 2009. Onde a visual novel lembra um pouco Shuffle por apresentar seres de outro mundo que andam normalmente entre os seres humanos.

A empresa costuma apresentar jogos com elementos de Sci-fi e Sobrenatural. No caso dessa visual novel ela é uma história sobrenatural onde o protagonista da história Tooru sofre um grave acidente e depois disso ele tem fortes pesadelos onde impedem ele de dormir.

O pesadelo é tão forte que ele só consegue realmente descansar quando seu corpo desmaia devido a exaustão. Porem nem tudo são trevas, um certo dia quando ele foi dormir ele teve um sonho com uma garota que não tinha visto no dia do acidente.






Ela se apresenta como Maia, onde diz ser a responsável por sua atual condição. Mais uma garota aparece e ela se chama Alice, onde pretende ajudá-lo também.

A visual novel tem a trama toda em volta aos sonhos sobrenaturais do protagonista Tooru. O traço do jogo é bem padrão da empresa e o plot do jogo também não é algo que me chame atenção, mesmo curtindo obras que tem como tema principal o mistério sobrenatural.

Porem vai ser mais um jogo que tem uma história básica, heroínas que dão esperança ao protagonista e erotismo mediano. Da para conseguir boas horas de diversão com esse novo jogo da Purple Software. Se não tiver atrasos o jogo chega no dia 28 de fevereiro de 2013. 

Posted in | 1 Comment

Cum on! Bukkake Ranch! e Throb!. Bons títulos da Softhouse-Seal anunciados.


Postagens anteriores sobre parcerias que a MangaGamer anda fazendo mostrou que ela fez parceria com a Softhouse-Seal onde é uma popular empresa de visual novel nukige. Porem a parceria ainda esta no início e jogos como Boob Wars não é um dos melhores jogos da empresa para serem lançados no ocidente, mas como eu disse a parceria é recente.

Porem nessa nova leva de jogos anunciados em 2013, tem alguns jogos interessantes e recentes no Japão da softhouse-seal que a MangaGamer pretende trazer para o ocidente.

Vale lembrar que os jogos dessa empresa de nukige costumam ser curtas e com um bom traço das personagens. A quantidade de jogos é grande por isso estou citando esses dois jogos que podem agradar tanto o público de eroge quanto de nukige.




Esses dois jogos são: Seeeki! Bukkake Bokujou! ~Oshiru Ippai, Seirei-tachi o H ni Shiiku!~ (Cum on! Bukkake Ranch! ~Rear Elementals Into Wet, Horny Girls!~) e Todoroke Seiki no Daihatsumei Ai to Okori to Kanashimi no Himitsu Kessha Dai Ni Kagakubu (Throb! The Greatest Inventions of the Sexy Era! ~Second Science Club–A Secret Society of Love, Rage, and Sorrow~).

No caso do primeiro jogo ele é um RPG onde você usa monster girls para lutar nos combates. Para quem gosta de personagens bem desenhadas o jogo consegue atender as expectativas.

Para quem curte um RPG simples e fácil de jogar essa visual novel vai agradar nesse quesito. Diferenciando bastante de Boob Wars tanto no gameplay, diversão e erotismo que são bem superiores a esse jogo lançado pela MangaGamer que não chegou a mostrar o potencial da empresa.

A historia de Seeeki! Bukkake Bokujou! ( Cum on! Bukkake Ranch! ) se passa numa fazenda onde o protagonista da historia é ajudado por quatro monster girls. As heroínas são a salamandra Saly, a slime Myil, a kobold Korin e a harpia Papy. Porem essa paz não vai durar muito tempo. A rainha dos demônios quer destruir o sua fazenda, e para sobreviver e avançar no jogo você vai ter que evoluir suas monster girls e estuprar derrotar a rainha dos demônios.




No caso do jogo Todoroke Seiki ( Throb! ) não é um RPG mas te da a possibilidade de usar itens durante a aventura. O protagonista da historia é um estudante fascinado por ciência e invenções. Ele quiz criar um club de ciência na escola mas infelizmente não conseguiu e ficou revoltado.

A sua raiva foi tanta que ele decide se vingar da escola pela rejeição. Depois do caso ele decide criar um club secreto o club de ciência da maldade, onde ele cria diversas invenções para usar nas garotas da escola. Como da para reparar ele desistiu de se vingar e deixou o seu lado pervertido dominar e com suas invenções ele cria dispositivos que fazem coisas pervertidas com as heroínas; desde aumentar seios, controle mental, fazer as garotas se pegarem e ate invenções que encolhem as garotas para ele brincar de joão e o pé de feijão.

Basicamente essa visual novel nem se trata de um romance é mais a comedia erótica exagerada. E os itens liberados na historia faz você liberar cenas bem picantes. Esse jogo para quem busca um erotismo de qualidade ela tem tudo para agradar o fan de nukige.

Esses jogos não são bem o estilo que muita gente espera, mas tem publico para esse tipo de jogo e não é por eu gostar ou desgostar que vou excluir o leitor desse tipo de conteúdo. De nukige que chegou ao ocidente os únicos que curti foi o Tottemo Pheromone e Lightning Warrior Raidy. Mas pretendo jogar o  Seeeki! Bukkake Bokujou!, acho que da para ter algumas horas de diversão nesse jogo. É bem melhor esses jogos que são mais comedia erótica do que um Rape Eroge como Slave Witch April.

Posted in , | Leave a comment

Hatsuyuki Sakura. Bom jogo sendo traduzido.


Se 2012 foi o ano do boom dos fansubs de visual novel, nesse ano os queridos tradutores vão se tornar algo comum em nosso cotidiano gamer. Recentemente um grupo anunciou que está traduzindo Hatsuyuki Sakura jogo de 2011 do Saga Planets que em 2012 ganhou disparado prêmio do Getchu Bishoujo Game Award.

Os fansubs de visual novel andam seguindo tendências e pesquisando bem o jogo antes de traduzir. E isso é algo certo de se fazer, afinal o que adianta traduzir um jogo onde ninguém vai sentir interesse de jogar? Passar horas traduzindo um jogo para poucos jogarem isso acaba se tornando algo desanimador para o fansub. Diferente de pegar um bom projeto que faz o nome do fansub ter mais fama e melhorar o numero de pessoas interessadas em ajudar na tradução.

 Hatsuyuki Sakura e uma visual novel longa que tem de 30 a 50 horas de duração fazendo assim ser uma tradução demorada. Mas enquanto isso você tem outros jogos para jogar. Estamos entramos num período onde a variedade de visual novels para jogar está finalmente se tornando realidade.

link:  http://vnsociety.wordpress.com/2013/02/16/translation-project-announcement/

Leia tambem:

Hatsuyuki Sakura o MOE-GE de Fevereiro

Posted in , | Leave a comment

Chou Dengeki Stryker é anunciado pela MangaGamer.


O ano começou, tanto para o Brasil quanto para o mercado de visual novel. E não querendo ficar para trás a Manga Gamer anunciou a tradução de Chou Dengeki Stryker.

Chou Dengeki Stryker não é um fandisk muito menos a continuação do jogo original, ele seria a atualização do jogo original. Resumindo é o mesmo jogo so que vem com 3 novas rotas.

O tempo do anúncio dessa nova tradução foi até rápido, esse jogo chegou no Japão no início do segundo semestre do ano passado. Mostrando que a OVERDRIVE continua sendo a empresa que a MangaGamer mais rápido trás os jogos para o ocidente.

No momento só foi um anúncio, não tem data de lançamento confirmada ainda sobre quando Chou Dengeki Stryker vai chegar no ocidente. Da maneira que os jogos da OVERDRIVE andam chegando no ocidente ter a visual novel de Boku ga Tenshi ni Natta Wake no próximo ano não é algo tão difícil de acontecer.

Posted in | Leave a comment

Como deveria ser uma visual novel brasileira?


Devido a uma pergunta que fiz no facebook sobre o que uma visual novel brasileira deveria ter, e devido a grande quantidade de comentários, decidi fazer uma postagem dando minha opinião sobre o caso que é a criação de uma visual novel brasileira.

Ao longo desses anos que criei o blog ate hoje o mercado de visual novel deu um bom salto no ocidente, fazendo assim o nome que era pouco conhecido agora se tornar algo não tão fechado a japoneses e a um pequeno grupo de otakus ocidentais. Tem agora empresas querendo investir nesse tipo de entretenimento tanto na tradução quanto na criação desses jogos.

E ter grupos querendo criar visual novel no Brasil é um processo natural na popularidade do gênero. Mas vale lembrar que visual novel é um estilo de jogo para determinado público, não é um estilo de jogo feito para pegar a grande massa como acontece com jogos de FPS que anda sendo o estilo de jogo mais popular no momento.

Porem isso não significa que visual novel brasileira não estão surgindo, um bom exemplo é a empresa brasileira Mother Gaia Studios que está produzindo a visual novel Soul Gambler para dispositivos mobile, afinal a empresa trabalha fazendo jogos para celular tanto com a língua nativa português e tambem para versões em inglês do mesmo jogo.


Produzir visual novel para computador e mobile é uma boa estratégia de vendas e colocar outros idiomas alem do português é algo necessário caso você queira ganhar receita com seu software. Então quem busca uma renda e quer ganhar dinheiro com isso é bom ir analisando esses projetos para tirar boas análises do que o público deseja e assim conseguir conquista-lo com seu produto.

Em diversos comentários feitos no facebook muitos disseram para a visual novel seguir o estilo japonês, ter varias heroínas e até mesmo se passar no Brasil e tal. Mas não podemos nos esquecer que o público ocidental tem um gosto diferente do oriental, não adianta nada imitarmos 100% o estilo oriental e não oferecermos nada original e que só vai agradar um pequeno grupo, não que se focar num pequeno grupo seja ruim mas ter um diferencial é sempre bom.

Visual novel é um estilo de jogo, não é obrigatório seguirmos a rixa o datting sim, o traço em manga e obrigatoriamente se passar no Japão. Podemos pegar referência e termos o nosso próprio material. Pelo que vejo visual novel que agrada o ocidental é aquela que tem muitas escolhas e que faz ele se sentir dentro da história, além que visual novel de RPG é muito bem vinda por esse público, onde jogos como Lightning Warrior Raidy e Princess Waltz terem sido bem recebidas pelo público ocidental e conseguirem alavancar um bom numero de vendas.


Mas por que isso acontece? Acontece pelo fato do público ocidental para esse tipo de jogo gostar de se sentir parte da história, e ter boas decisões fazem você se identificar na história. E empresas como a Jast Usa já está de olho nesse público e traduzindo visual novel com bastante escolhas e com RPG. Mas não é necessário que uma visual novel feita para o público ocidental tenha que ser um RPG, só basta ele se identificar com a história e ele sentir que está participando na construção do protagonista. O público é recente e a criação desses jogos não e algo tão fora do comum.

Para game design que pretende produzir jogos assim, procure exemplos de visual novel ocidentais, procure ver o público que busca esse tipo de jogo e explore varias plataformas para assim o seu alcance seja maior e fazer sua empresa crescer. Para quem estuda ou trabalha com isso tem bem mais conhecimento de mercado de games do que eu. Aproveitei para expressar minha opinião em relação a isso, onde espero que essa postagem seja útil para alguém que pretende criar seus jogos e ganhar receita com esse tipo de entretenimento.

Enfim qual sua opinião sobre esse assunto? De sua opinião e ajude a alimentar o debate.

Posted in | 8 Comments

Anime de Rewrite e vendas de Little Busters decepcionam.


Rewrite é a ultima visual novel da Key lançada e que no momento foi totalmente traduzido para o inglês por fansubs. Eu pretendo no futuro fazer uma postagem sobre o que estou achando do jogo, assim como fiz com Little Busters no qual não gostei muito.

Recentemente no twitter teve uma pequena discussão sobre se a empresa tinha interesse numa futura adaptação para anime de Rewrite. Vava presidente da Visual Art's mostrou logo que não tem ninguém interessado em produzir um anime de Rewrite, muito menos a empresa Key tem interesse numa futura adaptação para anime.


Isso tambem vale pela quantidade de vendas de DVD/BD do primeiro volume do anime de Little Busters que não foi muito satisfatória. Little Busters foi o 7ª mais vendido no ranking de DVD/BD onde isso foi uma grande decepção para a empresa Key.

A quantidade de vendas é previsível, pelo fato de não ser a Kyoto Animation que esta animando essa adaptação, que fez muitos fans se sentirem traídos e não terem interesse numa animação com qualidade inferior. Tirando outras fatores como a dramaturgia da serie não esta convincente, animação fraca e etc.

Ter uma animação de Rewrite por enquanto é algo difícil, vai demorar e no pior dos casos pode nem acontecer.

Posted in | 9 Comments

Kara no Shoujo 2. A continuação do mistério.


A visual novel de Kara no Shoujo ficou conhecida no ocidente graças a tradução para o inglês pela MangaGamer.

A história da visual novel difere do estilo convencional que é conquistar uma das heroínas da história e presenciar o seu final. Kara no Shoujo adiciona elementos de mistério em sua trama o que torna a história do jogo bastante atraente e bem elaborada.






O segundo jogo da série é a continuação do primeiro jogo, fazendo assim ser necessário terminar o primeiro jogo para continuar a história no segundo. O jogo foi lançado nesse mês no japão, onde para os fans do gênero é um jogo bastante aguardado.

A empresa Innocent Grey em seus jogos costuma ter um traço meio dark e gosta de explorar o mistério e horror em suas histórias. Mas foi graças a Kara no Shoujo que a empresa teve o seu boom. Espero que a MangaGamer tenha planos de lançar o segundo jogo para o ocidente, é uma boa visual novel para fans de histórias de mistério além de ter uma pegada que agrada bem o público ocidental.



Leia tambem:

Kara no Shoujo Second Episode

Posted in | 2 Comments

Grisaia no Rakuen. Terceiro jogo da saga.


Como anda sendo anualmente a série de jogos de Grisaia continua em produção, explorando a cada novo jogo o passado do protagonista da história. É raro (arriscado) ver visual novels que fazem continuações de seus jogos, continuando exatamente como terminou no jogo anterior. Sem contar que no jogo tem várias heroínas diferentes e a cada novo jogo tem a continuação de cada rota fazendo a visual novel ser uma leitura e tanto.

Se não tiver atrasos o jogo chega no dia 29 de março desse ano no japão. E pensando no terceiro jogo da série a empresa frontwing divulgou um PV mostrando os melhores momentos do jogo, onde consegue muito bem atrair a curiosidade do comprador.






Mas para nos resta aguardar a tradução de fansubs que no momento esta indo bem. A tradução do primeiro jogo esta 77% traduzido, mas não se tem uma previsão exata de quanto tempo vai demorar para acabar a tradução. Enquanto isso so nos resta aguardar novidades sobre o projeto sendo traduzido.

Vale lembrar que a visual novel de Grisaia anda a cada ano ganhando prêmios no Moe Game Awards além se estar vendendo mais que a Key nesse jogo em específico. E nesse mês teremos o primeiro jogo da serie para PSP, que vai apresentar as cenas eróticas do jogo, sem ter as cenas hentai. Mas graças as CGs eróticas e com cenas de violência a visual novel para PSP vai ter faixa etária para maiores de 17 anos no Japão.



Posted in | 1 Comment

Da Capo III R. Opening do jogo que parece promissor.


O jogo Da Capo III R é a nova versão do terceiro jogo da serie. Onde ele vai ter uma versão all-ages e outra que sera eroge, chamado de Da Capo III R~ X-rated ~.

Pelo que da para reparar nesse abertura da nova versão do jogo é que o fanservice reduziu bastante em relação a abertura da primeira versão. Como o jogo teve que sair para all-ages provavelmente usaram o fanservice para atrair o publico eroge, mas como no caso deste novo jogo vai ter versão eroge eles não viram necessidade para isso.





Achei interessante a abertura por mostrar algo mais mistico do que simplesmente ter garotas sorrindo e felizes em toda santa abertura, parece que eles querem investir em algo alem do slice of life sobrenatural e ter plot com um mistério melhor trabalhado.

Apesar que também pode ser tudo enrolação, mas espero que não seja. Nunca curti muito o jogo Da Capo por essa narrativa "feliz" de ser. O slice of life não me agrada, o protagonista não tem iniciativa e so consegue se expressar se estiver em grupo, e sempre tem o suginami que é o personagem mais chato de visual novel que eu ja vi.

Enfim a nova versão do Da Capo III chega 26 de Abril deste ano se não tiver atrasos. Tanto a versão eroge quanto all-ages vão chegar no mesmo dia.



Posted in | 2 Comments

Popotan esta sendo traduzido.


A visual novel de Popotan foi a única visual novel produzida pela empresa Petit Ferret em 2002, onde no em 2003 ganhou uma versão para o PS2. Infelizmente a empresa não produziu mais jogos depois desse.

A historia se desenrola com irmas: Ai, Mai e Mii. No meio desse grupo tem a empregada robô Mai e seu bichinho de estimação o furão Unagi. Elas estão em busca de uma flor chamada Popotan, e seus corpos estão conectado a uma mansão que viaja no tempo, onde a cada viagem passam 5 anos no tempo.

O jogo ganhou um anime no ano seguinte, so que o anime não tem o protagonista da historia, fazendo assim cada episodio ser uma historia diferente pelo fato delas estarem sempre viajando no tempo. Enfim essa visual novel esta sendo traduzida por um fansub, onde para muitos fans de eroge a tradução desse jogo é algo muito esperado.

Eu mesmo sempre quis jogar essa visual novel devido a muita gente comentar sobre o jogo, enquanto o anime não é algo muito bem visto entre o publico ero-gamer. Espero que a tradução seja concluída e assim termos mais uma boa visual novel para jogar.

link:  https://popotranslation.wordpress.com/

Posted in , | 5 Comments

Pirataria. Nos damos o devido valor aos jogos?



Vídeo Games é um entretenimento que começou com pouca força no início, que nos dias de hoje é um entretenimento que anda competindo com a TV e Cinema. A abundância de jogos que temos hoje em dia é tão grande que mesmo quem não curte muito o entretenimento acaba se rendendo a determinado jogo.

Para quem le esse blog sabe que os jogos comentados aqui são jogos japoneses, mas assim como esse e nos vários tipos de jogos, todos eles sofrem com um mesmo problema que se chama pirataria.

A pirataria hoje em dia esta bem forte em relação ao início. Tem empresas que graças a pirataria consegue uma grande popularidade como é no caso de minecraft que é bastante pirateado, mas isso serviu como divulgação e teve um retorno nos lucros.

Porem tem projetos de jogos que acabam não indo para frente devido a pirataria, da mesma forma que ajuda também pode prejudicar bastante uma empresa de jogos. Você provavelmente deve estar se perguntando que eu estou contra a pirataria. Antes de mais nada para esse assunto eu sou bem neutro, a ideia dessa postagem é esclarecer e não condenar.



Vale lembrar que a pirataria é bem neutra, quem sabe se moldar a esse problema presente hoje em dia se da bem. Ate nichos como visual novel começaram a surgir no ocidente devido a comunidades fortes como o HongFire que pirateava visual novels e doujin games que aos poucos foi surgindo o interesse de vender esses jogos no ocidente. Graças a pirataria muitas empresas japonesas viram essa oportunidade para vender visual novels e jogos japoneses no ocidente.

Agora temos a MangaGamer e Jast Usa que traduz visual novels, temos a Nyu Media que se foca em trazer doujin games para o ocidente com um bom preço gerado pelo Steam. A pirataria não acabou graças a isso, mas essas empresas estão conseguindo dinheiro e atendendo o publico ocidental em relação a esses jogos.

Porem tem gamers que não compram o jogo original isso é fato. Tem aqueles que baixam uns e compram outros, temos aqueles que não compram e so baixam jogos específicos, e aqueles que baixam uma porrada de jogos pirata. Jogo é caro, e graças ao imposto fica mais caro ainda. Mas é necessário baixar mais de 100 jogos piratas para jogar? Aposto que não vai zerar nem 5% de todos esses jogos baixados.


Antigamente os jogadores tinham uns 3 a 8 jogos originais na era 16 bits, e mesmo com essa quantidade pequena de jogos eles estavam satisfeitos. Hoje em dia o gamer não fica satisfeito com nada e menospreza a maioria dos jogos, onde os mesmos não são algo barato de se produzir. Comprar jogo original não é fácil, para muitos ter um jogo original é algo de 3 em 3 meses, 6 em 6 meses ou mais. Aqui não esta sendo discutido para você parar com a pirataria, afinal a vida é sua o computador e o vídeo game são seus.

Baixa pirataria, mas gosta muito de um jogo e uma franquia? Compra esse jogo. É uma forma de você manter aquela franquia de jogos que você ama viva e com jogos melhores. Tem Steam? Melhor ainda que você vai ter preços bem mais em conta.

No final ninguém no momento tem condições de parar com a pirataria, isso é algo que faz parte da nossa sociedade. Eu baixo musica, jogos, quadrinhos e filmes. Você também baixa, não tem problema nisso. Mas tenha zelo pelo entretenimento que você esta consumindo, não que você va agora torar uma grana desenfreadamente, comece aos poucos e compre aquilo que você ama e gosta de jogar. Isso ajuda a empresa a continuar existindo e trazendo bons jogos.


Essa postagem eu decidi fazer em relação a uma conversa que tive com um amigo meu, onde ele compra jogos originais para PS3, e gostei sobre a opinião dele sobre por que é necessário a comprar o jogo original. O intuito é so conscientizar o leitor sobre a pirataria, afinal vamos ser francos, ninguém vai trocar um prato de comida para comprar um software original.

Todo mundo tem uma renda salarial diferente, vai ter pessoas que tem condições e outras não. Não da para julgar o publico por causa disso. Antes de finalizar a postagem eu vou indicar sites que são bons para quem busca bons preços para jogos. E também uma alternativa a pirataria.

Links:

GOG

Nesse serviço ele oferece jogos antigos de computador por um preço bastante em conta. Todos os jogos são disponibilizados por download, onde você pode baixar o jogo que você comprou quantas vezes quiser. O arquivo do jogo não precisa acessar a internet para confirmar a utilização do mesmo, você pode gravar o jogo num CD e pode passar para outros computadores sem problemas.

RedBox

Nesse serviço serve para comprar e vender seus jogos usados nesse site. Com isso você pode obter os jogos com um preço bastante em conta. Eles analisam as condições do estado do jogo antes de colocarem em seu estoque. É um bom serviço também para você que nunca mais vai jogar determinado jogo e quer trocar por outro.

Onlive

No caso do Onlive ele é um serviço que da para jogar seus jogos na nuvem, ou seja você não instala nada no seu PC, você joga os jogos num servidor e o que eles te mostram é apenas o vídeo de um jogo rodando. Você pode alugar o serviço por um mês e jogar qualquer jogo que quiser no estoque deles. É possível jogar os jogos também num tablet android, e como jogar na nuvem é algo ainda inicial eles tem poucos jogos e é recomendável ter uma internet de pelo menos 10 Mbps.

Game Stop

Similar ao RedBox so que especializado em games e tem um serviço mais completo.

Nuuvem

Serviço brasileiro similar ao Steam. Nesse site permite você comprar jogos por mídia digital com preços bem mais em conta que comprando uma mídia física. O site é novo mas anda recebendo boas criticas e costuma oferecer boas promoções. Se você pretende comprar seus jogos nesse site recomendo sempre ficar de olho para pegar boas promoções, e o mesmo não tem problemas em fazer download do mesmo jogo em outro computador, alem de ser possível fazer compras por boleto bancário.

Steam

No momento o site mais usado para fazer compras de jogos por mídia digital. Na recente entrada ao Brasil, é possível fazer compras em real e pode fazer compras por boleto bancário.

Finalizando essa é minha opinião sobre a pirataria, mas essa discussão pode adquirir uma opinião diferente e para isso existe o comentário. Qual sua opinião sobre a pirataria? Você acha que ela prejudica a industria dos games?

Posted in , | 5 Comments

Pastel Chime 3: Bind Seeker. Mais um RPG da Alice Soft.



A Alice Soft é responsável por bons jogos de RPG como: Rance Quest, Daiakuji, Daibanchou -Big Bang Age-, Daiteikoku e Pastel Chime. Dentre esses jogos podemos dizer que os jogos de Rance são os mais populares da empresa, onde ele foi o primeiro jogo produzido pela Alice Soft em meados de 1989 e ate hoje chega jogos novos de Rance que ja passou de mais de 10 jogos produzidos ao longo dos anos.

Enfim Rance não é o único jogo que continua tendo jogos, a Alice Soft produziu o terceiro jogo da franquia Pastel Chime o Pastel Chime 3: Bind Seeker, onde ele é um SRPG bem padrão como a grande maioria dos jogos desse gênero.







A serie de jogos de Pastel Chime parece que estão querendo aproveitar a serie de jogos. O primeiro Pastel Chime surgiu em 1998, e o segundo jogo Pastel Chime Continue so veio em 2005. Como muitos devem saber o meu estilo favorito de visual novel são as de RPG, porem essa serie não conheço muito e a historia que o jogo propõe também não me chama muita atenção.

O protagonista costuma sempre ser um estudante transferido que vai para uma escola que ensina a lutar e usar magias. Ao longo desse ensinamento você vai conhecendo as heroínas do jogo e vai sentindo interesse em ser um aventureiro. Você não é inserido em algo maior que faz você ficar preso a aventura. Enquanto em outros RPGs você esta em meio de uma guerra e tem que sobreviver, nesse parece que quer explorar mais o slice of life desse mundo fantasioso do que ter algo mais envolvente.

Esse mês para RPG não esta muito bom, o único que sinto interesse de jogar é o Dungeon Travelers 2 para PSP. Se não tiver atrasos Pastel Chime 3: Bind Seeker chega no dia 15 de fevereiro desse ano (ou seja ja chegou).



Posted in | 3 Comments

Visual Novel de Angel Beats, mais uma forma para a Key ganhar tempo.


Parece que o assunto sobre uma futura visual novel de Angel Beats ainda vai dar o que falar. Mais uma vez a empresa Key volta a usar o micro-blog twitter para alimentar o público com uma futura visual novel de Angel Beats.

Pelo que parece teremos mais informações sobre o novo jogo no verão japonês, enquanto isso so da para aguardar por novidades. Não estou empolgado para a visual novel de Angel Beats pelo fato que aquele mundo e historia já foi mostrado no anime, o que esta acontecendo é que a Key não querer passar muito tempo sem jogo novo.

Na época que Little Busters foi lançado, eles demoraram 4 anos para lançar um novo jogo que foi o Rewrite. E um ano antes do Rewrite foi lançado Kud Wafter que é um fandisk com a personagem loli do jogo a Kud. Ou seja nesse período a Key passou muito tempo sem novidades e depois de Rewrite ela esta tentando manter um ritmo de lançamentos com fandisks e especiais.

No final de 2011 ela lançou um especial de Planetarian para iOS e Android o Hoshi no Hito ~Planetarian Side Story~. E no segundo semestre de 2012 teve o fandisk de Rewrite o Rewrite Harvest festa!. E por ultimo eles fizeram com Little Busters a mesma coisa que foi feita com Planetarian, onde são versões para Android e iOS com pequenas histórias extras no jogo que foi chamado de Little Busters! SS.

As visual novels da Key são boas, mas denotam muito tempo para serem produzidas, e ficar sem jogos para dar renda a empresa parece que não esta dando muito certo. A Key já tem um novo projeto em andamento, o que faz Angel Beats ser um jogo para dar tempo a empresa se fixar no projeto principal deles, e não passar anos sem novos jogos para vender.

O mercado de visual novels fica cada vez mais competitivo e a Key não quer ficar atrás, e da maneira que esta indo prevejo uma futura versão eroge de Rewrite com extras e uma nova personagem.

Posted in | 4 Comments

Air. O projeto de tradução ainda existe?


Air é uma visual novel da Key que ficou bastante conhecida devido seu anime, onde o tema do mesmo é um drama sobrenatural. Com a popularidade das visual novels, hoje temos todas as visual novels da Key traduzidas em inglês para jogar, com a exceção de Air e os fandisks Kud Wafter e Rewrite Havest Festa.

Muitos ero-gamers desistiram de ver essa visual novel um dia traduzida, pelo fato de terem outras visual novels sempre chegando e também por já se contentarem com a adaptação em anime. Porem tem fansub que confirma que não abandonou o projeto e que continua traduzindo o jogo. Uns dos fansub surgiu do fansub original do projeto, onde eles saíram do fansub que estavam  e começaram a traduzir separadamente onde isso não serviu de grande ajuda no desenvolvimento da tradução do projeto inicial.

Estão terminando o arco da Kana onde no momento anda a passos lentos. E no final temos 28% traduzido, onde esse valor já esta assim a um bom tempo. No final a verdade é que não temos nenhuma garantia que a tradução de Air vai para frente. Não tiveram grande avanço durante o tempo, e nada foi feito para adiantar a tradução onde com isso fez os jogadores desistirem de ver o projeto traduzido. Ainda vai demorar muito para um dia vermos a tradução finalizada o que é uma pena.

link:  http://vntls.tindabox.net/project/air/

Posted in , | Leave a comment