Qual a situação dos jogos doujin no ocidente?



Existem vários tipos de jogadores. Tem aqueles que jogam de tudo, enquanto tem outros que só gostam de FPS e Futebol. Uns preferem jogos antigos, outros gostam de jogos japoneses. E da mesma forma que tem fãs de jogos "visual novel", temos também os que adoram jogos doujin.

Doujin é o termo dado a jogos indie japoneses, onde é bem comum no Japão. Não é de agora que japoneses gostam de fazer jogos, não é a toa que todo ano na Comiket iniciantes costumam mostrar os seus trabalhos com jogos, onde muitos ficam populares e até tem aqueles que ficam famosos como é no caso de ZUN de Touhou.

No ocidente os jogos indie estão populares agora, mas jogos indie no Japão é algo bem normal em sua cultura. A popularização do indie no ocidente é bom, principalmente por termos outras alternativas para jogos e assim atrair um novo publico a esse entretenimento. Graças a isso o interesse em trazer indies do Japão acabou se tornando algo viável para alegria dos fãs de jogos japoneses do ocidente.

Um dos grandes fenômenos da popularização do doujin no ocidente foi ao jogo Touhou, onde sua jogabilidade simples e frenética, alem de uma boa musica acabaram agradando bastante o publico ocidental. Mesmo não saindo uma versão em inglês (oficial) por aqui, o criador do jogo deixa os menus e informações do gameplay em inglês. O que deixa o jogo mais acessível para o ocidente.


A fama do jogo foi tanta, que fansubs apareceram para traduzir a historia e pontos de dialogo do jogo, o que fez Touhou ficar cada vez mais popular no ocidente. Seria bom que a franquia dos jogos de Touhou fossem lançados na Steam. Mas infelizmente não se tem planos disso acontecer ainda por aqui. Mesmo assim Touhou continua sendo o doujin mais popular no ocidente, fazendo assim aparecer empresas especializadas em ocidentalizar doujin para o ocidente.

Assim como aconteceu em visual novel onde a Jast Usa e MangaGamer são empresas focadas em traduzir visual novels. O mesmo aconteceu com o doujin, onde empresas como Nyu Media e Rockin' Android nasceram com o único intuito de trazer oficialmente doujin ao ocidente em inglês. Inicialmente as empresas se focaram em trazer shotting games, onde acredito eu é pelo fato da popularização do Touhou como shotting game. Onde pegando jogos similares ao gênero, pode agradar a esse publico.

Porém ambas empresas não ficaram só nisso, mesmo a maioria sendo shotting games. Um bom exemplo são os últimos jogos da Nyu Media. Trazendo: War of the Human Tanks (estrategia), Cherry Tree High Comedy Club (visual novel), Fairy Bloom Freesia (Beat' em up), Croixleur (ARPG) e Eryi's Action (plataforma).

A Nyu Media apresenta uma maior variedade de games. Pra quem curte visual novel Cherry Tree High Comedy Club tem tudo para agradar esse tipo de jogador. Quem deseja mais um RPG você pode ir jogar Croixleur, para estrategia o War of the Human Tanks e por ai vai. E o bom é que da para comprar esses jogos por um preço bem camarada na Steam.


Em contra partida temos a Rockin' Android que é focada quase que totalmente em shotting games. A exceção é o jogo Bunny Girl Must Die. Pra quem busca shotting games, a Rockin' Android tem tudo para agradar você. Uma boa novidade da ocidentalização dessa empresa é que alguns jogos estão disponíveis na PSN como: Gundemonium Collection, Crescent Pale Mist e Qlione Evolve. Aos poucos a Rockin' Android esta disponibilizando os seus jogos na Steam.

A Rockin' Android precisa de uma maior variedade de jogos de fato e anda um pouco atras do seu concorrente a Nyu Media. Ambas empresas apresentam bons jogos, mas a Nyu Media oferece uma boa variedade, alem de dar boas informações sobre os seus jogos e facilitar a compra do mesmo, e investindo na Steam para facilitar nossa vida.

Cada vez mais os jogos indie japoneses, vão se popularizando por aqui e isso é um bom sinal. Principalmente para você que gosta de consumir jogos japoneses, não importando a plataforma que o mesmo se encontra. E antes de finalizar, não poderia deixar de citar o jogo Recettear, onde é um bonito jogo de RPG, onde alem de você explorar as dungeon, você pode abrir uma loja e vender itens encontrados para os NPCs.


O jogo foi o primeiro doujin a sair no Steam. Onde seu gameplay faz o jogo ter um olhar de "jogo feito por profissionais" mesmo sendo um jogo doujin. Pra quem gosta de RPG Recettear pode ser uma boa pedida para você. Graças ao Steam e ao Steam Greenlight espere cada vez mais doujins e até visual novels fazerem parte desse acervo.

Doujins e Visual Novels tem como competir com os FPS e os jogos de futebol? Não. E esse não é o objetivo. A ideia é a divulgação desse jogos, principalmente para o publico otaku ocidental que cada vez mais cresce e consome esses jogos. E com isso mais empresas do Japão vão enxergar o ocidente com bons olhos fazendo assim cada vez mais nos termos jogos japoneses para jogar. Se antigamente os fãs ocidentais reclamavam da falta de jogos japoneses por aqui, a cada ano a situação anda melhorando e isso não é só para consoles, mas também para PCs e isso é muito bom.

links uteis:

Jogos da Nyu Media
Jogos da Rockin' Android
Jogo Recettear

This entry was posted in ,,,. Bookmark the permalink.

1 Response to Qual a situação dos jogos doujin no ocidente?

  1. Hugoo says:

    Eu gosto bastante de jogos doujin, eu que gosto de plataforma 2D, a Desunoya tem ótimas pedidas de Doujin Games, tais como o Tobari and Night of The Curious Moon, Fantasy Explorer Nitroid, Hina no Fuwa Fuwa Dream e vários outros.

    E os games do Desunoya são bastante desafiadores e seus níveis extras e derivados.

    Há também muitas outras circles que vale a pena olhar, tais como: Lion Heart, Twilight Frontier, UTG Software e muitas outras.

    Touhou também é um prato cheio, além dos games do ZUN, tem muitos fangames excelentes de Touhou, vale a pena olhar!

    Qualquer coisa, eu indico uns games legais.

Leave a Reply